Monstruosidade! Mãe é suspeita de matar filha de dois anos assada numa churrasqueira

Quando os policiais chegaram na residência, eles encontraram o corpo da menina queimado na grade da churrasqueira e a mulher ao lado A polícia de Bruxelas, Bélgica, investiga um crime horrendo ocorrido na cidade no último domingo.Uma mulher de 27 anos foi presa acusada de matar a filha de apenas 2 anos assada em uma churrasqueira. Segundo a polícia local, os vizinhos ouviram os gritos de uma menina vindos da garagem da casa e, em seguida, muita fumaça. Quando os policiais chegaram na residência, eles encontraram o corpo da menina queimado na grade da churrasqueira e a mulher ao lado. “Todos temos que queimar. Essa é a única maneira de ir para o céu”, disse a mãe aos agentes que entraram na casa. Segundo o jornal Daily Mail, os vizinhos afirmaram que a autora do crime estava depressiva após passar por um divórcio.

Continuar lendo Monstruosidade! Mãe é suspeita de matar filha de dois anos assada numa churrasqueira
Atentados terroristas deixam mais de 30 mortos na Bélgica. Estado Islâmico assume autoria
Explosões no aeroporto de Bruxelas deixaram mais de 10 mortos e dezenas de feridos (Foto: Ketevan Kardava/ Georgian Public Broadcaster/AP)

Atentados terroristas deixam mais de 30 mortos na Bélgica. Estado Islâmico assume autoria

Trinta e quatro mortos e mais de 200 feridos. Este o saldo dos atentados extremistas coordenados no aeroporto e metrô, em Bruxelas, ontem, 22. Mais uma insanidade que aterroriza o mundo, desta vez assumida pelo Estado Islâmico – militantes de uma organização terrorista que se localizava, até 2014, no Irasque e depois instaurou um “califado islâmico” no Oriente Médio. Os ataques nos quais dois dos terroristas morreram e atingiram ao coração da Europa ocorreram quatro dias depois da detenção de Salah Abdeslam na cidade de Bruxelas. Ele é o único sobrevivente dos atentados de 13 de novembro em Paris, que deixaram 130 mortos. Os atentados de ontem começaram com duas explosões na área de embarque do aeroporto internacional de Zaventem, a nordeste da capital belga.pr4ovocando cenas terríveis com corpos mutilados e pânico entre os passageiros que fugiam do local. Segundo o Corpo de Bombeiros, pelo menos 14 pessoas morreram e 96 ficaram feridas. Ainda segundo a mesma fonte, uma terceira bomba não chegou a explodir, sendo detonada pelo serviço de segurança. Cerca de uma hora depois do primeiro ataque, outra bomba explodiu no metrô de Bruxelas, na Estação Maelbeeck, coração da cidade européia, deixando, segundo o prefeito Yvan Mayeur, cerca de 20 mortos e 106 feridos. A explosão foi de uma violência incomum, a ponto de ter derrubado três muros de um estacionamento subterrâneo, situado ao lado da estação. “A identificação dos mortos não está concluída. Os corpos ficara

Continuar lendo Atentados terroristas deixam mais de 30 mortos na Bélgica. Estado Islâmico assume autoria