Moradores da área Itaqui-Bacanga comemoram início das obras de reurbanização das ruas

A área Itaqui-Bacanga, em uma parceria inédita entre governo do Estado e Prefeitura de São Luís, está sendo reurbanizada e vai ganhando novos aspectos urbanísticos, com a requalificação de ruas e avenidas, intensificação da limpeza pública e coleta de lixo, além do incremento de novas equipes de roçagem, capina, raspagem, pintura de meios-fios e serviços de remoção manual e mecanizada de resíduos. "Começamos a ação do programa Mais Asfalto, a partir desta parceria com o governo do Estado, pela região Itaqui-Bacanga, mas vamos expandir os serviços de requalificação asfáltica para bairros em toda a cidade. Além da pavimentação, estamos também executando a reurbanização destas localidades, com outras ações como reforço da iluminação ou da limpeza pública, conforme a necessidade de cada bairro contemplado", disse o prefeito Edivaldo. As obras foram iniciadas no último sábado (13), com a presença do prefeito Edivaldo e do governador Flávio Dino. Os dois primeiros bairros da área Itaqui-Bacanga contemplados são o Anjo da Guarda e Vila Embratel, onde os serviços transcorrem em ritmo acelerado. Em toda a região, vão ser recuperados mais de 36 quilômetros de vias urbanas, abrangendo ainda o São Raimundo, Vila Bacanga, Vila Isabel, Vila Ariri, Vila São Luís, Vilas Mauro Fecury I e II e Alto da Esperança.

Continuar lendo Moradores da área Itaqui-Bacanga comemoram início das obras de reurbanização das ruas
Educação municipal – Prefeito Edivaldo inaugura escola na área Itaqui-Bacanga
Edivaldo entrega nova escola de ensino fundamental no Bacanga

Educação municipal – Prefeito Edivaldo inaugura escola na área Itaqui-Bacanga

O prefeito Edivaldo inaugurou na manhã desta quarta-feira (29) a Unidade de Ensino Básico (U.E.B.) Piancó. A nova escola foi entregue pela Prefeitura de São Luís com instalações modernas, amplas, confortáveis, construída dentro do padrão técnico de qualidade e dotada de infraestrutura de qualidade para estudantes, professores e profissionais que atuarão na unidade. "Fazer a entrega desta escola para a população é motivo de orgulho para a gente, pois apesar das turbulências financeiras que enfrentamos dia a dia, temos conseguido avançar bastante", disse, emocionado, o prefeito Edivaldo. A escola tem capacidade para atender 525 alunos por turno, do 1° ao 9° ano, e sua infraestrutura conta com cinco salas de aula, banheiros, incluindo os adaptados para necessidades especiais; pátio interno e externo, biblioteca, laboratório, secretaria e sala de professores, refeitório, cozinha, entre outras dependências. A recém-inaugurada escola também desenvolverá o Programa Nacional de Inclusão de Jovens (Projovem Urbano). A escola aceitará matrículas de jovens de 18 a 29 anos para o programa, que alia a conclusão do Ensino Fundamental à qualificação profissional para geração de renda.

Continuar lendo Educação municipal – Prefeito Edivaldo inaugura escola na área Itaqui-Bacanga
Tumulto no Bacanga – Quem está irregular pode brecar o direito  de ir e vir do cidadão?
O tumulto provocado pelos condutores dos chamados "taxis-lotação" na Barragem do Bacanga

Tumulto no Bacanga – Quem está irregular pode brecar o direito de ir e vir do cidadão?

Em São Luís do Maranhão, representantes da Cooperativa do Serviço de Táxi-lotação da Área Itaqui-Bacanga (Coopertaib) e da Secretaria Municipal de Trânsito e Tranportes (SMTT) vão se reunir, amanhã (17) pela manhã, para definir os rumos da reivindicação da categoria, que pede a regulamentação do serviço de transporte alternativo na região. Isso depois de a categoria – se é que assim pode ser chamada -, promover um verdadeiro pandemônio, desde as primeiras horas de hoje, interditando o acesso a toda a região Itaqui-Bacanga, a partir da barragem. “Ninguém entra, ninguém sai”, era a ordem dada por Vanderlan Pinto, presidente da cooperativa a seus comandados, chegando inclusive ameaçar interditar o segundo acesso, a partir da BR-135, o que isolaria completamente a região. Com a interdição, foram prejudicadas as atividades na Universidade Federal do Maranhão (UFMA) - cujos alunos, aqui e ali, vêm também usando do mesmo artifício para protestar -, da Vale do Rio Doce, do Porto do Itaqui, bem como atrapalhou a intenção daqueles que pretenderam se deslocar para os municípios da Baixada Maranhense por meio do ferry-boat. Muitos desses prejudicados praguejaram os manifestantes, amaldiçoando-lhes até a décima geração, achando que eles não têm o direito de interferir na liberdade de ir e vir dos cidadãos que pagam impostos, pois o direito de alguém termina quando começa o do outro.

Continuar lendo Tumulto no Bacanga – Quem está irregular pode brecar o direito de ir e vir do cidadão?