Atentados terroristas deixam mais de 30 mortos na Bélgica. Estado Islâmico assume autoria
Explosões no aeroporto de Bruxelas deixaram mais de 10 mortos e dezenas de feridos (Foto: Ketevan Kardava/ Georgian Public Broadcaster/AP)

Atentados terroristas deixam mais de 30 mortos na Bélgica. Estado Islâmico assume autoria

Trinta e quatro mortos e mais de 200 feridos. Este o saldo dos atentados extremistas coordenados no aeroporto e metrô, em Bruxelas, ontem, 22. Mais uma insanidade que aterroriza o mundo, desta vez assumida pelo Estado Islâmico – militantes de uma organização terrorista que se localizava, até 2014, no Irasque e depois instaurou um “califado islâmico” no Oriente Médio. Os ataques nos quais dois dos terroristas morreram e atingiram ao coração da Europa ocorreram quatro dias depois da detenção de Salah Abdeslam na cidade de Bruxelas. Ele é o único sobrevivente dos atentados de 13 de novembro em Paris, que deixaram 130 mortos. Os atentados de ontem começaram com duas explosões na área de embarque do aeroporto internacional de Zaventem, a nordeste da capital belga.pr4ovocando cenas terríveis com corpos mutilados e pânico entre os passageiros que fugiam do local. Segundo o Corpo de Bombeiros, pelo menos 14 pessoas morreram e 96 ficaram feridas. Ainda segundo a mesma fonte, uma terceira bomba não chegou a explodir, sendo detonada pelo serviço de segurança. Cerca de uma hora depois do primeiro ataque, outra bomba explodiu no metrô de Bruxelas, na Estação Maelbeeck, coração da cidade européia, deixando, segundo o prefeito Yvan Mayeur, cerca de 20 mortos e 106 feridos. A explosão foi de uma violência incomum, a ponto de ter derrubado três muros de um estacionamento subterrâneo, situado ao lado da estação. “A identificação dos mortos não está concluída. Os corpos ficara

Continuar lendo Atentados terroristas deixam mais de 30 mortos na Bélgica. Estado Islâmico assume autoria

Ataques em Paris deixam 129 mortos, 350 feridos – 99 em estado grave. Veja balanço da situação

Procurador de Paris, François Molins, disse que dois suspeitos foram identificados. França vai manter estado de emergência e continuar intervenção militar na Síria. (Cobertura do G1) Respostas a possíveis perguntas sobre os ataques a Paris, sexta-feira, 13 de novembro: Quantas são as vítimas dos ataques? Ao menos 128 pessoas foram mortas na série de ataques em Parisna noite desta sexta-feira (13), sendo 70 apenas na casa de shows Bataclan. É o pior ataque à França na história recente. Quantos ataques aconteceram? Onde foram? Ao menos cinco locais foram alvo deataques simultâneos em uma região boêmia de Paris, onde as pessoas costumam sair para se divertir em uma sexta-feira à noite: - Na casa de shows Bataclan, na boulevard Voltaire, no 11º distrito, atiradores fizeram reféns e abriram fogo contra o público que assistia ao show da banda Eagles of Death Metal. Mais de 70 reféns foram mortos. - No bar Le Carillon e no restaurante Le Petit Cambodge, na rua Alibert, no 10º distrito, frequentadores foram mortos por disparos. Segundo agências internacionais, foram 14 mortos. - No bar La Belle Equipe, na rua Charonne, também no 11º distrito, atiradores abriram fogo contra os clientes. Ao menos dezenove pessoas foram mortas e há outras 13 feridas. - Nas proximidades do Stade de France, bairro de Saint Dennis, no norte de Paris, um ataque supostamente lançado por um suicida ocorreu próximo ao estádio, onde França e Alemanha disputavam uma partida de futebol. Autoridades confirmaram quatro mortos e mais de 50 feridos. - Na localidade na rua Beaumarchais foram 7 feridos, sendo 3 em estado grave. De quem é a autoria dos ataques? O grupo radical Estado Islâmico reivindicou a responsabilidade neste sábado (14) por ataques que mataram mais de 120 pessoas em Paris, segundo agências internacionais. Em uma declaração oficial, o grupo disse que seus combatentes presos a cintos com explosivos e carregando metralhadoras realizaram os ataques em vários locais no centro da capital francesa que foram cuidadosamente estudados. Antes, Hollande já havia anunciado que o grupo era o autor da ação terrorista.

Continuar lendo Ataques em Paris deixam 129 mortos, 350 feridos – 99 em estado grave. Veja balanço da situação