Ex-marido agride e arrasta mulher pelos cabelos e ainda diz que vai passar com o carro sobre ela

Depois de tudo, o homem ainda ameaçou passar com o carro em cima da ex-companheira Uma mulher de 33 anos foi agredida e ameaçada de morte pelo ex-companheiro, na manhã deste sábado (7), na cidade de Nova Andradina- distante 297 quilômetros de Campo Grande, em Mato Grosso do Sul. A vítima contou aos policiais que estava chegando em sua residência por volta das 6 horas da manhã deste sábado (7), quando se deparou com o autor a esperando na porta. Após entrar, ele a seguiu e quebrou seu aparelho celular. Em seguida, o autor teria derrubado a mulher no chão e a arrastado pelos cabelos ameaçando-a de morte. Ele disse que passaria com o carro em cima dela. Na delegacia, a vítima disse que o homem a persegue em seu trabalho, na escola ou em qualquer lugar em que estiver.

Continuar lendo Ex-marido agride e arrasta mulher pelos cabelos e ainda diz que vai passar com o carro sobre ela

Agredida por marido que a confundiu com atriz pornô, mulher se joga do quarto andar de prédio no DF

Uma jovem de 23 anos saltou do quarto andar do prédio onde mora para fugir das agressões do marido, que a confundiu com uma atriz pornô, em Taguatinga, no Distrito Federal. A jovem teve graves lesões na bacia e pode ter os movimentos das pernas comprometidos. O caso aconteceu na última segunda-feira. De acordo com o delegado responsável pelo caso, Raimundo Vanderly, da 21ª DP (Taguatinga), o marido da vítima, de 30 anos, estava assistindo a filmes pornô no computador enquanto a esposa estava dormindo no quarto do casal. Ao ver uma atriz com uma tatuagem no braço esquerdo, o homem achou que era a sua mulher no filme. Enfurecido, ele correu para o quarto e acordou a jovem com tapas e socos. PRÉDIO- Ela relatou que ele chegou muito agressivo ao quarto e começou a esbofeteá-la, falando para confessar que era ela nas imagens e que fazia filmes pornôs. A vítima negou, tentou explicar e entender o que estava acontecendo, mas ele não parava de bater. De repente, foi à cozinha e pegou uma faca. Nesse momento, zelando pela própria vida, ela se jogou da sacada do apartamento, no 4º andar, caindo sobre uma cobertura - disse o delegado. A vítima foi socorrida por vizinhos, que ouviram o barulho da queda. Em um vídeo filmado por uma amiga da jovem no hospital, ela falou sobre o ocorrido. Imobilizada e com diversos ferimentos pelo corpo, a jovem contou que, mesmo após ter se jogado, o marido desceu atrás dela com a faca, mas foi impedido pelos vizinhos de chegar perto da mulher. "Olhei para a janela e vi que a minha única chance era pular dali. Pensei, meu Deus...Se eu cair e me quebrar todinha, não vou poder mais nem andar, mas pelo menos vou estar viva. Ele ia me esfaquear, me cortar todinha", contou. "Quando eu caí, comecei a gritar, pedir socorro. Gritei para todo mundo. Eu vi que não estava mais sentindo as minhas pernas. Eu senti muita dor. Gritei e os vizinhos desceram. Vi que ele desceu com a faca para me matar lá embaixo. Ele não encostava em mim. Só ficava me xingando e mostrando para todo mundo o vídeo, dizendo que eu era vagabunda", relatou. VEJA O VIDEO EM QUE A VÍTIMA RELATA O QUE PASSOU~~~~>>

Continuar lendo Agredida por marido que a confundiu com atriz pornô, mulher se joga do quarto andar de prédio no DF

Justiça decreta prisão preventiva do homem que agrediu a própria mãe de 84 anos

A 8ª Vara Criminal da capital, responsável por julgar ações que envolvem idosos, decretou. nesta sexta-feira (26) a prisão preventiva de Roberto Elísio Coutinho de Freitas, 51 anos, acusado de agredir física e psicologicamente a mãe, Joseth Coutinho Martins de Freitas, de 84 anos de idade. A determinação foi da Juíza Oriana Gomes, a magistrada também determinou o afastamento do acusado do lar, e ele deve se manter distante da idosa em pelo menos mil metros. A decisão da juíza atende a representação da Delegacia de Proteção ao Idoso, que pugnou pela prisão preventiva do acusado e por medidas protetivas, visando à proibição de aproximação e de manter contato com a ofendida e com pessoas que moram com ela, por qualquer meio de comunicação, com vistas a preservar sua integridade física, moral e psicológica. Em sua decisão de mandar prender o representado, a juíza Oriana Gomes assinala que a medida, apesar de extrema, se faz necessária “para que a idosa volte a ter sua tranquilidade restaurada”, e também para que ele não venha a dificultar as diligências, com vistas a esclarecer os fatos delituosos. No Termo de Declaração anexado ao inquérito, o neto da idosa, Roberto Elízio Coutinho de Freitas Filho, filho do acusado, relata que sua avô, acometida de Alzheimer, vem sofrendo maus-tratos por parte do representado (seu pai), “que a agride tanto verbalmente como fisicamente”, puxando a vítima pelo braço, “dando-lhe empurrões e comida à força”, além de ameaçá-la de internação. A magistrada assinala que, pela provas produzidas pela autoridade policial e considerando a gravidade dos fatos descritos, ficou convencida de que o deferimento das medidas de afastamento do lar, domicílio ou local de convivência e de proibição de contato com a ofendida, de seus parentes e testemunhas por qualquer meio de comunicação, “são as que melhor se apresentam no momento”.

Continuar lendo Justiça decreta prisão preventiva do homem que agrediu a própria mãe de 84 anos
Levado para a delegacia de polícia o agressor da própria mãe de 84 anos
Elísio Coutinho diz que agressão foi consequência de uma doença dele...

Levado para a delegacia de polícia o agressor da própria mãe de 84 anos

A notícia se espalhou como um rastilho de pólvora, e passou a ser o assunto mais comentado nas redes sociais, esta manhã, em São Luís. O bacharel em Direito Elísio Coutinho flagrado agredindo a sua própria mãe, uma idosa de 84 anos, foi preso na manhã desta sexta-feira (26) por policiais civis da Delegacia do Idoso. Ele estava desaparecido desde a noite desta quinta-feira (25) após a repercussão dos vídeos divulgados pelas redes sociais com as agressões. Os vídeos teriam sido gravados pela companheira do agressor que não teve o seu nome revelado. A idosa foi encaminhada nesta sexta-feira ao Instituto Médico Legal (IML), onde realizou exames. o acusado chegou a dar uma entrevista a uma emissora de rádio justificando a agressão por encontrar-se doente, segundo ele. O promotor de Justiça de Defesa do Idoso, José Augusto Cutrim, pediu a prisão preventiva do homem que é bacharel em direito e aparece nos vídeos agredindo a própria mãe com tapas e até com um objeto. A Polícia Civil foi ao condomínio onde ele mora com a mãe, na capital, e não o encontrou na manhã desta sexta-feira (26), mas o agressor acabou sendo preso em outro local ainda não divulgado. O promotor disse que, além da prisão, o trabalho se desenvolve no sentido de dar suporte à vítima. “Solicitamos a prisão dele pelos crimes de lesão corporal e tortura, que estão previstos no Estatuto do Idoso. Além disso, encaminhamos um grupo de assistência social da promotoria para levantar toda situação da senhora. Saber quais danos foram causados a ela diante de tudo isso, se ela pode ficar com outros parentes ou terá que ser encaminhada a uma casa de abrigo. Tudo isso está sendo levantado”, disse. Em entrevista à Rádio Mirante AM, por telefone, na manhã desta sexta, Roberto Elísio confessou as agressões, mas alegou que fez isso por conta de uma suposta doença, a qual ele ainda não iniciou tratamento. “Acontece que eu estou sofrendo de um problema, eu tenho uma doença que está na fase do início do tratamento, eu já deveria estar mais adiantado e ter me tratado, entendeu? Então tudo isso eu vou esclarecer no momento que eu to bom, não agora, mas uma coisa eu lhe garanto meu amigo, o que é mais importante para mim na minha vida para mim sempre foram os meus pais. Meu pai eu perdi há 20 anos e minha mãe já está com 84 anos”, revelou.

Continuar lendo Levado para a delegacia de polícia o agressor da própria mãe de 84 anos
Dos 13 índios atacados por pistoleiros no Maranhão, dois tiveram as mãos decepadas e foram para o Socorrão
Comunidade dos gamela atacada por pistoleiros

Dos 13 índios atacados por pistoleiros no Maranhão, dois tiveram as mãos decepadas e foram para o Socorrão

Um grupo de índios gamelas, do município maranhense de Viana, a 214 quilômetros de São Luís (MA), foi atacado na tarde de domingo por pistoleiros ligados a invasores de terras e fazendeiros. De 13 feridos, três foram levados para o hospital Socorrão (na capital) , sendo que dois índios tiveram as mãos decepadas. O Conselho Missionário Indigenista (CIMI) informou que o gamela Aldeli Ribeiro levou dois tiros na coluna e teve as mãos decepadas. Um irmão dele, José Ribeiro, foi atingido com um projétil no peito. Inaldo Cerejo, uma liderança indígena atuante no Estado, foi baleado no rosto e nas costas. Até a tarde de ontem, o estado dos índios internados era grave. Em nota, o CIMI destacou que dezenas de gamelas deixavam uma área reivindicada pela etnia no povoado de Bahias, interior de Viana, quando foram surpreendidos pelo bando armado. O ataque ocorreu entre 16h30 e 17 horas. Nesse momento, ainda segundo o CIMI, uma patrulha da Polícia Militar estava no local, mas não interveio. As lideranças indígenas cobram uma investigação para descobrir a autoria do atentado. Elas também exigem do governo do Estado e da Fundação Nacional do Índio (Funai) proteção para as famílias gamelas que moram em aldeias no município. O governo do Maranhão disse em comunicado que as polícias Civil e Militar atuaram conjuntamente para inibir os “conflitos”. “Ao chegar ao local, os policiais agiram para dissipar o confronto entre os fazendeiros e os índios gamela, que resultou na lesão de cinco pessoas (três fazendeiros e dois indígenas), todas socorridas pelos militares e encaminhadas para unidades de Saúde de Viana e Matinha”, ressaltou. A nota não informa o nome dos supostos fazendeiros feridos. A Funai e o Ministério da Justiça não se pronunciaram sobre o atentado contra os gamelas.

Continuar lendo Dos 13 índios atacados por pistoleiros no Maranhão, dois tiveram as mãos decepadas e foram para o Socorrão

Emily, campeã do BBB-17, depõe na Delegacia da Mulher de Jacarepaguá sobre agressão que sofreu de Marcos

Jovem prestou depoimento por três horas. "Foi um bom depoimento, esclarecedor. É importante a vítima ser ouvida", disse a delegada Marcia Noeli, chefe da Divisão de Polícia de Atendimento à Mulher (DPAM) A campeã do "BBB 17", Emilly Araújo, de 20 anos, deixou, na tarde desta segunda-feira, a Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (DEAM), em Jacarepaguá, Zona Oeste do Rio. Ela prestou depoimento no caso que apura se ela sofreu violência doméstica da parte de Marcos Harter, seu colega e namorado de confinamento. Ela, a irmã e o pai saíram assustados com o assédio dos fãs, que estavam do lado de fora. Emilly ficou mais de três horas na delegacia e saiu em silêncio do local. A delegada-titular Viviane Costa Ferreira também não falou com a imprensa. Na quarta-feira passada, Marcos, de 37 anos, foi à mesma delegacia para prestar depoimento. Ele foi expulso do programa na segunda-feira, dia 10, após a polícia civil abrir um inquérito para apurar se ele agrediu a participante Emilly após uma festa dentro do "BBB". Durante depoimento da campeã do reality show, cerca de quinze pessoas foram prestar solidariedade à ex-BBB. Algumas carregando cartazes com frases de apoio como “Emilly, você não está só”. Uma delas é a fotógrafa Stefania Freitas, de 38 anos, moradora de Bangu, na Zona Oeste. Fã do ex-casal, ela defende que Marcos não agrediu Emilly e acha que o caso tem tomado uma proporção exagerada.

Continuar lendo Emily, campeã do BBB-17, depõe na Delegacia da Mulher de Jacarepaguá sobre agressão que sofreu de Marcos

Mulher grávida apanha do marido e pede socorro à mãe pelo WhatsApp

Um homem foi preso depois de agredir a esposa na manhã desta quinta-feira (10), no Jardim Cecap, em Salto(SP). De acordo com informações da Polícia Militar, a vítima, que está grávida, foi agredida com uma cabeçada e pediu socorro à mãe por meio de mensagens no WhatsApp. "Mãe ele me bateu, tô com o olho inchado. As crianças estão aqui, ele quer me bater de novo", disse a mulher. Ao ver as mensagens, a mãe acionou a Polícia Militar. Quando a PM chegou à residência do casal encontrou a vítima com um hematoma no olho esquerdo. Ela relatou aos policiais que o marido estava bebendo com alguns amigos e ficou descontrolado quando ela pediu para que voltasse para casa. O homem atingiu a esposa com uma cabeçada no olho esquerdo.

Continuar lendo Mulher grávida apanha do marido e pede socorro à mãe pelo WhatsApp
Rafael Silva: esclarecimento sobre possível agressão e interesses ocultos do deputado César Pires
Rafael Silva: nos esclarecimentos, mostra interesses ocultos do deputado César Pires

Rafael Silva: esclarecimento sobre possível agressão e interesses ocultos do deputado César Pires

Rectemente foi publicado um documento intitulado “Carta Aberta à Sociedade Maranhense” acusando o advogado popular, Rafael Silva, de violência contra mulher e, também, fazendo duras criticas ao sistema de judiciário maranhense, acusando-o de lentidão. O conteúdo da carta chegou a gerar pautas para blogs ligados à decadente oligarquia Sarney, após o deputado estadual César Pires ocupar a tribuna da Assembleia Legislativa para levar a acusação e pedir que a Comissão de Direitos Humanos da Alema chamasse este para prestar esclarecimentos àquela casa. Em tempo, cabe registrar que o parlamentar nunca antes, na história do Maranhão, havia se envolvido em qualquer luta em defesa das mulheres e há alguns anos é protagonista de um conflito agrário no município de Codó, onde Rafael, através da Comissão Pastoral da Terra, faz a defesa da comunidade quilombola que estaria ameaçada por Pires. O fato é que, até onde se sabe, César Pires não deu encaminhamento ao requerimento. O militante, contudo, se sentiu na obrigação de prestar os esclarecimentos necessários à sociedade maranhense, segundo revelou em contato com o Marrapá na manhã desta quinta-feira (16), em que escreveu:

Continuar lendo Rafael Silva: esclarecimento sobre possível agressão e interesses ocultos do deputado César Pires
Rolo grosso! Fábio Câmara invade prefeitura e agride secretários de Edivaldo Júnior
Fábio: fora de controle, invade a prefeitura.

Rolo grosso! Fábio Câmara invade prefeitura e agride secretários de Edivaldo Júnior

O rolo foi grosso e impróprio para menores de 21 anos. Por volta das 15 horas de hoje (20), o vereador Fábio Câmara (PMDB) que, na Câmara Municipal de São Luís, faz críticas pesadas à administração Edivaldo Holanda Júnior, invadiu o prédio da prefeitura, na Praça Dom Pedro II, acompanhado de cerca de 20 servidores da Multicooper. Disposto a tudo, desacatou o secretário de Educação do Município, Geraldo Castro, trombando feio, ainda, com o secretário de Comunicação, Márcio Jerry, e outros auxiliares do prefeito. Aos gritos e insultando a todos com palavras de baixo calão, além de partir para a agressão física, Câmara dizia que o acordo costurado com os funcionários terceirizados da Educação estaria desfeito se a Semed não adiantasse pelo menos um salário mínimo aos terceirizados, antes do Natal. -“Safado, ladrão, vagabundo!”, gritava Fábio Câmara, dirigindo-se ao jornalista Márcio Jerry, secretário de Comunicação. “Mentiroso, enganador!”, dirigia-se ao secretário de Educação, Geraldo Castro. Claro que houve troco. Mas Fábio Câmara partiu, ainda, para agredir fisicamente Márcio Jerry, sendo contido por membros da Guarda Municipal. O secretário de Comunicação Social, jornalista Márcio Jerry, postando no twitter, deu sua versão dos fatos, reprovando a atitude do vereador Fábio Câmara, dando como uma lição de como deve se comportar um vereador: Dentro e fora do parlamento. - Fábio Câmara mais uma vez ofendeu hoje o exercício do honroso cargo de vereador. Agressões, desrespeito, gritaria. Falta ao Fábio Câmara a dimensão mínima da estatura que um vereador tem. As atitudes dele hoje na Prefeitura foram repugnantes. Com o diálogo avançando e um acordo na iminência de ser concluído com os cooperados, Fábio Câmara tumultuou o ambiente com agressões verbais. A atitude responsável, madura e serena dos membros do governo municipal frustrou a tentativa de Fábio Câmara em criar factóide. Mais um... A Prefeitura trata todos os vereadores com absoluto respeito; e todos os que se manifestam. Diálogo respeitoso é a regra.

Continuar lendo Rolo grosso! Fábio Câmara invade prefeitura e agride secretários de Edivaldo Júnior
Sem vaga para a mãe com câncer, mulher dá tapa na cara de prefeito!
Janete com a mãe: tapa na cara para o prefeito respeitar a comunidade.

Sem vaga para a mãe com câncer, mulher dá tapa na cara de prefeito!

G1 Uma mulher agrediu, com um tapa na cara, o prefeito de Dumont (SP), Adelino da Silva Carneiro (PSD), na tarde de terça-feira (29), alegando ter sido ofendida pelo chefe do Executivo por reivindicar melhor atendimento para a mãe com câncer. Janete Dutra, de 48 anos, afirma que Maria de Lourdes Oloco Camargo, de 78 anos, ficou por mais de 12 horas sem receber atendimento e que foi tratada com descaso. Em nota, a Prefeitura informou que a agressão ao prefeito não teve justificativa e que o atendimento foi oferecido à paciente. Segundo a Policia Civil, a mulher e o prefeito registraram boletim de ocorrência e ainda serão ouvidos. Janete relata que foi até a Prefeitura na terça-feira depois que o caso de sua mãe, com câncer de laringe há três anos e problemas pulmonares há quatro anos, foi encarado, segundo ela, com descaso pela unidade mista de saúde da cidade. Ao cobrar melhor atendimento, ela alega ter sido recebida com ofensas pelo prefeito. “Ele me atendeu na varanda da Prefeitura. Depois da conversa, eu já estava indo embora quando ele me chamou de vagabunda. Perguntei: 'o que você falou?'. Ele disse de novo: 'vagabunda!'. Aí eu dei um tapa na cara dele. Ele ameaçou vir pra cima de mim, armou o braço, mas umas pessoas que estavam trabalhando lá seguraram e o trancaram lá dentro”, diz Janete, que após o ocorrido registrou boletim de ocorrência na Polícia Civil contra o chefe do Executivo por agressão verbal.

Continuar lendo Sem vaga para a mãe com câncer, mulher dá tapa na cara de prefeito!