Com ajuda da esposa, pastor estupra adolescente alegando que ela estaria com ‘maldição de sexo’

A esposa do pastor também foi presa, acusada de ser a responsável por aliciar a vítima em GO. O polícia prendeu um casal sob a acusação de terem abusado sexualmente um menor de idade, nesta sexta-feira (22), no município de Edeia, em #Goiás. O homem ocupa a função de pastor e não teve seu nome divulgado. Segundo a polícia, ele, juntamente, com a esposa, podem ser os abusadores da adolescente de apenas 16 anos de idade, membra da igreja dos acusados. O que mais chama a atenção da polícia é que ao serem interrogados, os acusados falavam a todo instante que os abusos praticados eram para combater as obras do inimigo, e afirmavam que a adolescente estaria com a “maldição do sexo”. O delegado responsável pelo caso, Quéops Barreto, informou que a situação só veio à tona, após a vítima procurar a polícia, afirmando que já não suportava sofrer os abusos do pastor.

Continuar lendo Com ajuda da esposa, pastor estupra adolescente alegando que ela estaria com ‘maldição de sexo’

Estudante de 15 anos descobre novo planeta durante estágio em observatório

Com ajuda de supertelescópios, astrônomos de outros países confirmam que corpo celeste é mesmo planeta a mil anos-luz BBC Quando tinha 15 anos, o britânico Tom Wagg ficou empolgado ao saber que faria um estágio em um observatório. Mal ele sabia que logo no terceiro dia de "trabalho" ele iria descobrir... um planeta novo. Leia todas as notícias de Ciência Cientistas estrangeiros confirmaram que o corpo celeste descoberto pelo garoto é mesmo um planeta, que está a mil anos-luz Reprodução/BBC Cientistas estrangeiros confirmaram que o corpo celeste descoberto pelo garoto é mesmo um planeta, que está a mil anos-luz Agora, dois anos depois de sua descoberta, cientistas de várias partes do mundo reuniram dados para provar que o corpo celeste descoberto pelo garoto é mesmo um planeta. E agora, há uma competição para escolher seu nome. "Eu fiquei superempolgado", diz Tom, sobre sua descoberta. Ele encontrou o planeta, que está a mil anos-luz, quando estava analisando fotos durante seu estágio no observatório da Universidade Keeke, em Newcastle-under-Lyme, região central da Inglaterra. O professor da universidade Coel Hellier explicou que Tom estava vendo os arquivos com fotos e informação sobre "candidatos a novos planetas". Sua tarefa era procurar por pequenos pontos na luz que são gerados com a passagem de um planeta diante de sua estrela. Caçando planetas "Era apenas meu terceiro dia quando eu me deparei com um bom candidato, mas eu já tinha olhado mais de mil imagens", conta Tom. "Parece chato, mas quando você pensa sobre o que está realmente fazendo, é algo muito inacreditável." O professor Hellier disse que foram necessárias novas observações feitas por supertelescópios do Chile para confirmar a descoberta de Tom. Depois disso, o suposto planeta foi estudado por astrônomos da Universidade de Genebra e da de Liede, para confirmar se o tamanho e a massa do corpo celeste realmente correspondiam às de um planeta. O planeta – que é relativamente grande, do tamanho de Júpiter – está sendo provisoriamente chamado pela sigla WASP-142b, já que é o 142º planeta a ser descoberto pelo grupo de observatórios que leva essa sigla e do qual a Universidade de Keele faz parte. Mas um concurso está em curso para escolher o nome oficial do planeta. Agora, dois anos depois de sua descoberta, cientistas de várias partes do mundo reuniram dados para provar que o corpo celeste descoberto pelo garoto é mesmo um planeta. E agora, há uma competição para escolher seu nome. "Eu fiquei superempolgado", diz Tom, sobre sua descoberta. Ele encontrou o planeta, que está a mil anos-luz, quando estava analisando fotos durante seu estágio no observatório da Universidade Keeke, em Newcastle-under-Lyme, região central da Inglaterra. O professor da universidade Coel Hellier explicou que Tom estava vendo os arquivos com fotos e informação sobre "candidatos a novos planetas". Sua tarefa era procurar por pequenos pontos na luz que são gerados com a passagem de um planeta diante de sua estrela.

Continuar lendo Estudante de 15 anos descobre novo planeta durante estágio em observatório
Deu no Fantástico -Mãe de jovem achada morta após vídeo íntimo reclama de ‘violação’
A bonita Júlia Rebeca, vítima da intimidade exposta no Whatsap

Deu no Fantástico -Mãe de jovem achada morta após vídeo íntimo reclama de ‘violação’

Em entrevista ao Fantástico, ela diz que não sabia o que estava ocorrendo. Outras jovens relatam vidas destruídas após intimidade exposta na web. A mãe da garota Júlia Rebeca, de 17 anos, encontrada morta em seu quarto após ter um vídeo íntimo compartilhado na internet, diz que a exposição das imagens da filha configuram uma “violação”. Rebeca morou no bairro do Vinhais, em São Luís, e foi estudante do Liceu, há dois anos, depois voltando a morar no Paiauí, na cidade de Parnaíba, onde tudo aconteceu. Em entrevista ao Fantástico, por telefone, Ivânia Salia diz que não sabia o que estava acontecendo com a filha. “Ela não demonstrou nada, nada. Todo adolescente tem o direito de ser adolescente. Eles são inconsequentes mesmo. Essa exposição toda, do vídeo, da imagem da minha filha, é uma violação.” Júlia Rebeca gravou um vídeo de sexo com uma garota e um rapaz, ambos menores de idade. As imagens foram distribuídas por celulares na cidade. Envergonhada após o compartilhamento do vídeo, ela se despediu da mãe em uma rede social. “Eu te amo, desculpa, eu n ser a filha perfeita, mas eu tentei... desculpa desculpa eu te amo muito”, postou a garota. Antes, Julia havia publicado a seguinte mensagem: “É daqui a pouco que tudo acaba”. A última mensagem deixada na rede foi: “Tô com medo, mas acho que é tchau pra sempre”. O fato chocou a população de Parnaíba. Por meio das redes sociais, vários amigos deixaram mensagens tentando confortar a família da adolescente. Uma pessoa identificada como primo de Julia passou a alimentar a página um dia após a morte da garota dando detalhes do velório. Outros casos O caso de Júlia não é único. Várias mulheres também sofreram com a intimidade exposta na internet. Normalmente, quando um vídeo como esse é disponibilizado na rede perde-se o controle.

Continuar lendo Deu no Fantástico -Mãe de jovem achada morta após vídeo íntimo reclama de ‘violação’
Após vídeo íntimo sair no Whatsap, adolescente que estudou no Liceu anuncia morte pelo Twitter
Rabeca, vítima das tentações das redes sociais - motivo para reflexão

Após vídeo íntimo sair no Whatsap, adolescente que estudou no Liceu anuncia morte pelo Twitter

A morte de uma adolescente piauiense em Parnaíba tem comovido toda a população na cidade no norte do Piauí e acende alerta para os pais em todo o estado. Foi pelas redes sociais, que a jovem Julia Rebeca anunciou o dia da própria morte. Tudo aconteceu depois que um vídeo de sexo entre ela, um rapaz e outra adolescente, filmado pela própria jovem, vazou para as redes sociais através do WhatsApp. Rabeca estudou em São Luís, no Liceu Maranhense, e morava no bairro do Vinhais, até o ano passado, quanfo se mudou Para Parnaíba. E muitas de seus colegas têm lamentado ocorrido, depois qie leram sobre a tragédia, já que era extrovertida e gostava de fazer amigos. Principalmente pelas redes sociais... Júlia Rebeca foi encontrada morta dentro do quarto, enrolada no fio da própria chapinha no último dia 10 de novembro, domingo passado. A data foi postada em uma mensagem através do Instagram e do Twitter da jovem, que dizia: "Eu te amo, desculpa eu não ser a filha perfeita mas eu tentei... desculpa desculpa eu te amo muito mãezinha.. desculpa desculpa...!! Guarda esse dia 10.11.13 [sic]".

Continuar lendo Após vídeo íntimo sair no Whatsap, adolescente que estudou no Liceu anuncia morte pelo Twitter

Prefeitura de São Luís e Unicef firmam parceria em defesa da criança e do adolescente

Com o objetivo de fortalecer as políticas públicas direcionadas ao desenvolvimento da criança e do adolescente na capital, um Termo de Parceria Técnica foi firmado na manhã desta quarta-feira (16), entre o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e a Prefeitura de São Luís. O documento visa a implementação da “Plataforma dos Centros Urbanos” (PCU) e foi assinado durante reunião no Palácio de La Ravardière pelo vice-prefeito Roberto Rocha e representantes do Unicef. “Firmando este termo nessa manhã nós estamos reforçando o compromisso da gestão Edivaldo Holanda Júnior com a criança e o adolescente, em diminuir as desigualdades. Trabalharemos com a monitoria dos resultados para termos certeza de que estamos avançando. Além disso, temos a parceria entre todo o secretariado, demonstrando o caráter sistêmico da nossa gestão, para, daqui a quatro anos, olharmos orgulhosos para os avanços que teremos conseguido”, declarou o vice-prefeito.

Continuar lendo Prefeitura de São Luís e Unicef firmam parceria em defesa da criança e do adolescente