Eleições 2014 – Em Ribamar, Gil Cutrim apoia Hildo Rocha e esquecce o tio candidato
O desembargador e hoje candidato a deputado federal Cutrim, tio do prefeito de Ribamar, Gil Cutrim: ''Gil e sua esposa foram meus auxiliares no meu gabinete e um sobrinho que sempre ajudei para receber em troca somente ingratidão por parte dele’’.

Eleições 2014 – Em Ribamar, Gil Cutrim apoia Hildo Rocha e esquecce o tio candidato

FAMÍLIA, FAMÍLIA, NEGÓCIOS À PARTE! Gil Cutrim faz campanha na cidade para Hildo Rocha em detrimento de Desembargador Cutrim, seu tio, que é também candidato a deputado federal. ‘’É muito triste e decepcionante. Eles viraram as costas para mim, Gil e sua esposa foram meus auxiliares no meu gabinete e um sobrinho que sempre ajudei para receber em troca somente ingratidão por parte dele’’. Foi com essa afirmação que o ex-presidente do Tribunal de Justiça e hoje candidato a deputado federal Desembargador Cutrim abriu o leque do descontentamento com o sobrinho e prefeito de Ribamar Gil Cutrim na tarde de hoje (14) em entrevista à Agência Baluarte, a ANB Online. ANB Online, que vinha recebendo denúncias de lideranças ribamarenses dando conta de que o candidato estaria passando por uma difícil e cruel realidade patrocinada pelo chefe do Executivo municipal à sua candidatura, pôde constatar o fato nas declarações do próprio desembargador. ‘’ Eles no início me incentivaram para sair candidato e depois me esqueceram, deram as costas para mim e hoje a notícia que tenho é que ele (referindo-se a Gil e Edmar Cutrim)) apoiam Hildo Rocha para deputado; foi uma traição das grandes o que fizeram comigo’’, explicou o candidato a Agência Baluarte.

Continuar lendo Eleições 2014 – Em Ribamar, Gil Cutrim apoia Hildo Rocha e esquecce o tio candidato

Candidatos aos governos estaduais já arrecadaram R$ 80 milhões, diz TSE

Dados informam arrecadação e gastos do primeiro mês de campanha. Nem todos os candidatos informaram dados a Justiça eleitoral. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou na quarta-feira (6) a primeira parcial dos dados de doações recebidos pelos candidatos às eleições de outubro. Os números mostram que o total arrecadado pelos postulantes ao cargo de governador no primeiro mês de campanha em todo o país já somam R$ 79.720.131,67. O campeão de doações até agora é Delcídio do Amaral (PT), que concorre ao governo de Mato Grosso do Sul. Segundo dados do TSE, ele já arrecadou R$ 8,6 milhões. Em segundo está Luiz Fernando Pezão (PMDB-RJ), com quase R$ 5,8 milhões em doações arrecadadas, seguido por Geraldo Alckmin (PSDB-SP), com R$ 5,7 milhões. Já entre os candidatos com menos receita está Camila Valadão (PSOL), que disputa o governo do Espírito Santo e arrecadou apenas R$ 550. Alguns políticos nas disputas estaduais disseram ao TSE não ter havido movimentação financeira e há casos em que não foi registrada a prestação de contas na Justiça eleitoral. Na tabela abaixo, clique em "leia mais" para ver detalhes sobre doações e gastos dos políticos em cada estado. O prazo para o envio da primeira prestação de contas de campanha terminou dia 2 de agosto. Segundo a Lei nº 9.504/1997, os candidatos são obrigados a entregarem suas prestações de contas periodicamente ao TSE entre os dias 28 de julho e 4 de novembro. Há duas prestações de contas obrigatórias (agosto e setembro), mas não há sanção para quem não entregar . Somente após a eleição é que eventuais omissões serão julgadas. Os dados divulgados pela base de dados do TSE poderão ser atualizadas a qualquer momento. Confira abaixo o total de doações por estado:

Continuar lendo Candidatos aos governos estaduais já arrecadaram R$ 80 milhões, diz TSE

Dilma ainda lidera corrida presidencial com 36% das intenções de voto. Previsão de empate para o 2o. turno

Pesquisa Datafolha mostra Aécio Neves (PSDB) com 20% e Eduardo Campos (PSB) com 8% Em pesquisa realizada pelo Instituto Datafolha e divulgada nesta quinta-feira (17), a presidente Dilma Rousseff (PT) lidera com 36% das intenções de voto. Em seguida, aparecem o tucano Aécio Neves, com 20%, e o candidato do PSB, Eduardo Campos, que obteve 8%. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O candidato do PSC, Everaldo Dias Pereira, atingiu 3% Segundo o Datafolha, 13% dos entrevistados disseram que pretendem votar em branco ou anular o voto. E outros 14 % afirmaram não saber em quem votarão. Os candidatos Zé Maria (PSTU), Luciana Genro (PSOL), Eduardo Jorge (PV), Rui Costa Pimenta (PCO), e Eymael (PSDC) tem 1% cada. Levy Fidelix (PRTB) e Mauro Iasi (PCB) tiveram menos de 1%. Segundo turno A pesquisa também fez simulações de segundo turno. Na disputa entre Dilma e Aécio, a petista vence por 44% a 40%. Considerando a margem de erro, os dois estão em empate técnico.

Continuar lendo Dilma ainda lidera corrida presidencial com 36% das intenções de voto. Previsão de empate para o 2o. turno
Expectativa na campanha de Dilma com pesquisa pós-Copa do Mundo
Pessoal da campanha de Dilma morre de expectativa com pesquisa pós-Copa do Mundo

Expectativa na campanha de Dilma com pesquisa pós-Copa do Mundo

Blog do Camarotti Há forte expectativa na campanha da presidente Dilma Rousseff com a pesquisa que será feita entre amanhã e quarta pelo Instituto Datafolha. Nas palavras de um dirigente petista, até o momento há muita teoria sobre o impacto da Copa do Mundo – e especialmente da derrota humilhante do Brasil –, nas intenções de voto de Dilma. Por isso mesmo, acrescenta esse dirigente, é preciso saber o que de fato aconteceu e se, um eventual mau humor da população com o desempenho da seleção brasileira vai afetar Dilma. Mesmo assim, há uma preocupação no núcleo petista em relação a essa pesquisa. Ninguém no partido espera um novo crescimento de Dilma, como aconteceu recentemente. "Se Dilma estabilizar nessa próxima pesquisa, já será um bom resultado", ressaltou ao Blog esse petista, demonstrando cautela. Agora, a ordem na campanha é decantar esse período de Copa, tentar capitalizar a avaliação positiva da organização do evento e iniciar o enfrentamento político, principalmente estabelecendo comparações com a gestão tucana.

Continuar lendo Expectativa na campanha de Dilma com pesquisa pós-Copa do Mundo

São Paulo terá campanha mais cara para governador; Acre, a mais barata

Governos dos 26 estados e DF têm 169 candidatos que gastarão R$ 2,4 bi. Skaf (PMDB-SP) é candidato com maior previsão de despesas (R$ 95 mi). G1 - Brasília A campanha eleitoral pelo cargo de governador de São Paulo será a que consumirá mais dinheiro dentre os 26 estados e o Distrito Federal, de acordo com as estimativas de despesa entregues pelos candidatos à Justiça Eleitoral no último sábado (5). São Paulo terá nove concorrentes ao Palácio dos Bandeirantes. Somados os gastos previstos pelos 169 candidatos a governador em todo o país, a despesa total soma R$ 2,43 bilhões. A cifra é equivalente ao valor do orçamento previsto para 2015 de um município como Niterói (RJ), com quase 500 mil habitantes. A previsão de gasto dos 11 candidatos a presidente é de R$ 916 milhões – Dilma Rousseff, Aécio Neves e Eduardo Campos estimam gastar, juntos, quatro vezes mais do que a soma dos outros oito adversários.

Continuar lendo São Paulo terá campanha mais cara para governador; Acre, a mais barata
Lei Eleitoral tira do ar propaganda governamental e veda outras condutas de agentes públicos e candidatos
A lei eleitoral tenta pôr um freio nos excessos dos agentes públicos

Lei Eleitoral tira do ar propaganda governamental e veda outras condutas de agentes públicos e candidatos

Atenção! Para quem já está farto daquela propaganda na TV, falando ou falseando atos e fatos da administração pública federal e estadual, é dada uma trégua para o telespectador e rádio-ouvinte. A Lei nº 9.504/97, em seu artigo . 73, V e VI, veda aos agentes públicos, a partir do dia 5 de julho do ano das eleições, autorizar publicidade institucional dos atos, programas, obras, serviços e campanhas dos órgãos públicos federais e estaduais, ou das respectivas entidades da administração indireta, salvo em caso de grave e urgente necessidade pública, assim reconhecida pela Justiça Eleitoral.

Continuar lendo Lei Eleitoral tira do ar propaganda governamental e veda outras condutas de agentes públicos e candidatos

Prefeitura de São Luís paga salário de junho nesta sexta-feira (27)

Os salários referentes ao mês de junho dos servidores públicos da administração municipal de São Luís estarão disponíveis a partir desta sexta-feira (27). O compromisso de pagar os salários ainda dentro do mês foi assumido pelo prefeito Edivaldo desde o início do mandato, em 1º de janeiro de 2013. Os servidores municipais podem ter acesso às informações dos seus vencimentos em todos os terminais de auto-atendimento do Banco do Brasil, por meio do contracheque eletrônico. Basta acessar a opção Outros Serviços, escolher a opção Contracheque BB e depois informar o número da matrícula e o mês desejado do documento. A consulta ao contracheque também pode ser feita pelo site da Prefeitura de São Luís (www.saoluis.ma.gov.br), na guia Portal do Servidor presente no menu esquerdo da home. Para acessar o contracheque basta informar a matrícula e senha.

Continuar lendo Prefeitura de São Luís paga salário de junho nesta sexta-feira (27)

Nova Pesquisa Data M: Flávio Dino, com 58,2%, lidera disputa para o governo. Edinho chega a 20,7%

Com vantagem de quase 38 pontos em relação ao segundo colocado, Flávio Dino (PCdoB) seria eleito governador pelo Maranhão – é o que traz a pesquisa do Instituto DataM contratada pelo jornal Atos e Fatos. Se as eleições fossem hoje, o pré-candidato da oposição teria 58,2% dos votos maranhenses, contra 20,7% de Edinho Lobão Filho (PMDB) apoiada pelo grupo Sarney. Com vantagem de quase 38 pontos em relação ao segundo colocado, Flávio Dino (PCdoB) seria eleito governador pelo Maranhão – é o que traz a pesquisa do Instituto DataM contratada pelo jornal Atos e Fatos. Se as eleições fossem hoje, o pré-candidato da oposição teria 58,2% dos votos maranhenses, contra 20,7% de Edinho Lobão Filho (PMDB) apoiada pelo grupo Sarney. Às vésperas das convenções que confirmarão as candidaturas partidárias, a pesquisa DataM/Atos e Fatos avaliou o desempenho de todos os pré-candidatos com candidaturas colocadas até o momento. Em terceiro lugar estaria José Luís Lago (PPL) com 1,5%, seguido de Saulo Arcângeli (PSTU) com 0,9% e Antonio Pedrosa (PSOL) com 0,3%. Brancos e nulos somam 5% e não responderam resultam 13,5% dos entrevistados. Este é o cenário que dá início às eleições de 2014 no Maranhão, que promete ser polarizada entre Flávio Dino e Edinho Lobão Filho. O primeiro representando o grupo de oposição e o segundo com apoio do grupo Sarney, que hoje ocupa o Palácio dos Leões.

Continuar lendo Nova Pesquisa Data M: Flávio Dino, com 58,2%, lidera disputa para o governo. Edinho chega a 20,7%
PSDB tem a percepção de um segundo turno garantido: votos da oposição superam os de Dilma
\Pré-candidato Aécio Neves (PSDB); convicção de um segundo turno nas eleições de outubro...

PSDB tem a percepção de um segundo turno garantido: votos da oposição superam os de Dilma

Portal do PSDB A Pesquisa Datafolha, divulgada ontem (5), confirma que, em um primeiro turno, os pré-candidatos de oposição superam Dilma Rousseff em intenções de votos. Juntos os candidatos da oposição somam 35% das intenções de voto, o que confirma a tendência de um segundo turno das eleições. Em um eventual segundo turno, o presidente nacional do PSDB, o senador Aécio Neves, sobe nas intenções de voto, enquanto Dilma cai. A diferença que já foi de 27% caiu para 8%. A pesquisa mostra que Dilma perdeu 10 pontos percentuais desde fevereiro: caiu de 44% para 34%. A atual presidente tem a maior rejeição entre todos os pré-candidatos: 35% dos brasileiros não votariam nela de jeito algum, de acordo com o levantamento.

Continuar lendo PSDB tem a percepção de um segundo turno garantido: votos da oposição superam os de Dilma
Marrapá: “Ricardo Murad pressiona por troca de Edinho e faz Roseana Sarney chorar”
Roseana teria chorado quando ouvira Murad dizer que não apóia Lobão Filho

Marrapá: “Ricardo Murad pressiona por troca de Edinho e faz Roseana Sarney chorar”

Do blog Marrapá Decidido a não apoiar a candidatura de Edinho Lobão para o governo do Maranhão, o secretário de Saúde, Ricardo Murad, reuniu-se ontem (21) com a governadora Roseana Sarney (PMDB) para relatar o seu descontentamento com o filho de Lobão. Acuado pelas últimas declarações do suplente de senador, que ameaçou afastá-lo da vida pública no seu eventual governo, Murad foi bater no Palácio dos Leões com o objetivo de exigir da governadora que o candidato do grupo seja o senador João Alberto (PMDB). De acordo com relatos feito ao blog, o secretário-cunhado argumentou que Lobinho desmoralizou todo o grupo Sarney na entrevista destrambelhada ao jornal Valor Econômico e garantiu que, caso o candidato não seja trocado, não se empenhará pela disputa majoritária, liberando as bases para votar em Flávio Dino (PCdoB). À publicação, Edinho decretou a aposentadoria do oligarca José Sarney (PMDB) e ameaçou também auditar as contas do governo e da Secretaria de Saúde. “Quando se fala em coronel no Maranhão, se imagina logo a família Sarney. Ela [a família] está saindo do cenário político. Saindo por idade ou cansaço”, disse. O confronto entre os dois foi tenso. Depois de ser responsabilizada pelas afrontas de Edinho Lobão, a governadora afirmou que não poderia fazer nada e, chorando, lavou as mãos em relação às eleições deste ano. “O que eu mais quero é terminar essa droga de governo e ir me embora com o Jorge (Murad) para Miami”, teria dito Roseana.

Continuar lendo Marrapá: “Ricardo Murad pressiona por troca de Edinho e faz Roseana Sarney chorar”