Sérgio Cabral recorre ao STF para evitar transferência a presídio federal
07-05-2010; Rio de Janeiro; O governador Sérgio Cabral, na Instalação do serviço da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Borel; Foto: Shana Reis

Sérgio Cabral recorre ao STF para evitar transferência a presídio federal

Na petição, os advogados pedem que Cabral continue na unidade prisional de Benfica, no Rio de Janeiro, e afirmam que levá-lo para Campo Grande poderia colocar a segurança do ex-governador em risco. O mesmo pedido já foi rejeitado por todas as instâncias da Justiça.

“Aliado a tudo isso, está o fato de que o presídio federal eleito para receber o ex-governador, em Mato Grosso do Sul, abriga dez criminosos oriundos do Rio de Janeiro, dentre os quais certamente estão alguns dos meliantes para lá transferidos por iniciativa ou provocação do próprio Sérgio Cabral”, argumenta a defesa.A determinação de transferir Cabral veio após pedido do Ministério Público Federal (MPF) ao juiz Marcelo Bretas da 7ª Vara Federal Criminal. De acordo com o procurador Sérgio Pinel, o ex-governador demonstrou, em depoimento, que está recebendo informações indevidas na cadeia. Na última semana, a ministra Maria Thereza de Assis de Moura, do STJ, negou o pedido de habeas corpus. (Com informações da Agência Brasil

07-05-2010; Rio de Janeiro; O governador Sérgio Cabral, na Instalação do serviço da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Borel; Foto: Shana Reis

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Deixe uma resposta