Senador defende voto secreto para vetos presidenciais e indicação de magistrados
Aloysio Nunes quer reduzir pressão externa sobre senadores.

Senador defende voto secreto para vetos presidenciais e indicação de magistrados

Em discurso nesta quinta-feira (26), o senador Aloysio Nunes (PSDB-SP) defendeu a manutenção do  voto secreto no Legislativo em poucos e específicos casos para evitar a perda de prerrogativas e da independência perante os demais poderes. Ele sugeriu que seja mantido o voto secreto na análise de vetos presidenciais e na aprovação de indicados para os tribunais superiores e defendeu o voto aberto em processos de cassação de mandato de parlamentares.

– É um mecanismo importante do sistema de checks and balances, de pesos e contrapesos, equilíbrio que é essencial para a preservação das liberdades públicas. E eu não estou me referindo, apenas, à independência do parlamentar diante do Executivo. Eu quero me referir, também, à independência do parlamentar, da consciência do parlamentar em determinadas deliberações, mesmo diante da disciplina partidária do seu partido – afirmou.

O senador defendeu ainda a manutenção do voto secreto para a indicação do procurador-geral da República, de embaixadores, ministros do Tribunal de Contas da União (TCU) e diretores de agências reguladoras.

– O Congresso brasileiro está caminhando para um suicídio institucional – disse.

Nesta quinta-feira transcorreu a terceira sessão de discussão, em primeiro turno, da Proposta de Emenda à Constituição 43/2013 (PEC do voto aberto) que abole a votação secreta no âmbito do Poder Legislativo. (Agência Senado)

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Deixe uma resposta