Sem roupa, forrozeiros participam do 1º Forró Nu do Nordeste

Sem roupa, forrozeiros participam do 1º Forró Nu do Nordeste

O forró proporciona um jeito bem gostoso de dançar. Juntinhos ou com coreografias que deixam qualquer um com a boca aberta, os casais entram no clima de São João e se divertem durante as festas juninas, que fazem parte da cultura nordestina. É algo comum e que todos os anos atrai milhões de admiradores. Mas o que muitos forrozeiros não viram, mas agora terão a oportunidade de participar, é um evento que promete agitar o interior da Bahia. No Litoral Norte, a praia naturista de Massarandupió receberá, no dia 11 de junho, a primeira edição do “Forró Nu”.

Colocando a prática naturista em conjunto com o festejo junino, o evento prega bastante respeito entre os participantes e promete muita alegria. De início, a festa seria reservada apenas para 30 casais, porém, a divulgação do “Forró Nu” chegou a várias pessoas do Brasil e agora o organizador do evento não consegue calcular quantos forrozeiros marcarão presença para dançar e curtir sem parar.

“Foi inesperado. Ficamos admirados pelo interesse das pessoas. É um evento que relaciona a prática do naturismo com a cultura nordestina. Estamos tentando melhorar o nosso espaço para receber quem vier para cá”, conta o organizador da festa, Davi Andrade. O rapaz, que também é praticante do naturismo e morador de Massarandupió há dez anos, revelou que a divulgação para os seus clientes acabou vazando para outras pessoas pelo WhatsApp. Daí por diante, interessados de várias partes do País entraram em contato para saber mais informações sobre a festa.

O “Forró Nu” será realizado no Espaço Liberdade, restaurante do Davi localizado cerca de um quilômetro da praia. De acordo com ele, o local é familiar e sempre recebe casais naturistas, respeitando as regras do universo nu. Por exemplo, espaços naturistas não permitem sexo e nem gestos obscenos. “Espero que o evento seja muito bom. Vai dar tudo certo! Quem pratica o naturismo sente uma coisa tão boa que é difícil de explicar”, complementa o organizador da festa.

Não existe venda antecipada de ingressos. Segundo Davi, quem chegar à festa basta pagar R$ 50 por casal. Apesar do nome “Forró Nu”, o restaurante também permite que pessoas vestidas aproveitem o evento, desde que respeitem quem estiver despido. Interessados em saber o horário da festa e mais detalhes sobre a ação podem entrar em contato com o telefone (71) 996856565.

Alerta – Como o naturismo reforça o respeito aos participantes e combate atos obscenos, quem tiver ereção ou apresentar outra atitude desrespeitosa não ficará no evento. De acordo com a organização da festa, a pessoa em questão será convidada para se retirar do Espaço Liberdade.

 

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Este post tem 4 comentários

  1. João Luiz Sandri

    É isso que se chama de Cultura de um Povo? Isso é um bacanal à Sodoma e Gomorra. Agora quem não entender pesquise Sodoma e Gomorra e vá estudar um pouco da História antiga. Mas a respeito do Forró Nú, não deveria ser permitido tal postagem numa rede social, isso é sacanagem pura e não soma coisa nenhuma à Cultura de um País sério. Deve ser um bando de drogados querendo aparecer na Mídia ! Nota ZERO !

  2. Miguel

    Acho muito injusto você ser retirado por ter uma ereção…. o pênis é um órgão do qual temos beem pouco controle, se o tivéssemos não teríamos problemas sexuais nos homens… muito menos haveria necessidade do viagra, era só dar o comando pra subir, e pronto! Assim como era só dizer pro bicho não subir e estaria tudo resolvido! Não é bem assim…. e normalmente é o contrário! Você está lá, com aquela mulher linda, que sempre sonhou, mas ta querendo tanto…. que ele nem se meche. E tem também aquele situação do balanço do carro, que sem você se quer pensar em algo e ele pá!!! Ta lá, to acordado…tem aquelas vezes que você quer agradar sua esposa, mas ele não, ta com sono! È um ser vivo com opiniões próprias.
    Outra sacanagem em ser expulso por ter uma ereção, é o fato de que as mulheres não podem ser notadas se estão molhadas. E terceiro, onde está a liberdade??? A liberdade de expressão? Meu pau tem o direito de ficar ereto…. isso é normal! Assim como as mulheres tem o direito de ficarem molhadas. “Espaço Liberdade” uma ova…. hipócritas controladores de tesão!

  3. Muito interessante. Agora se ‘e forr’o, quando os casais vao dancar se realmente o homem for homem e ficar exitado, o que fatalmente ficar’a, uma vez que a mulher esta despida e o cara esta com seu orgao em contato com ela…ele sera expulso? Impossivel nao ficar ne?

Deixe uma resposta