Seguidores da Telexfree vão às ruas em protesto pela sua interdição

Seguidores da Telexfree vão às ruas em protesto pela sua interdição

A suspensão das atividades da Ympactus Comercial Ltda, operadora Telexfree, que vinha fazendo a alegria de alguns e a frustração de outros, foi motivo de protestos, ontem à tarde (5), numa manifestação que começou no bairro do São Raimundo e se estendeu até ao aeroporto Hugo da Cunha Machado, no bairro São Cristóvão. Cerca de 100 divulgadores da telexfree participaram do movimento.

A empresa é suspeita de praticar pirâmide financeira e a decisão que culminou com

A suspensão das atividades da Telexfree foi feita em 18 de junho de 2013, pelo Tribunal de  Justiça do Acre. E, nem mesmo do  STJ, os divulgadores não conseguiram derrubar o despacho de primeiro grau, proferido por uma juíza daquele estado. Ela suspeita que a empresa pratique o que é comumente chamado de “pirâmide financeira”, o que a levou a tomar a decisão.

Uma onde de protestos tomou conta do país por parte dos divulgadores, desde que a Telexfree foi suspensa de atuar. Com isso, foram impedidas  novas adesões e pagamentos aos divulgadores, estimados em 1 milhão de pessoas que aderiam

Mas não é só a Justiça do Acre. A Polícia Federal e o Ministério Público também acham que o jeito Telexfree de atuar mascara uma pirâmide financeira, com o que não concorda boa parte dos seus apaixonados seguidores. Para eles, o que a Justiça, a polícia e o MP deveriam se preocupar é com os escândalos financeiros do setor bancários, os calotes ao BNDES, e a roubalheira perpetrada por políticos ou a agentes a eles ligados.  

Segundo os manifestantes, a interdição da Telexfree vai de encontro à democracia, na medida em que interfere na livre inciativa. (Com informações do blog do Gilberto Leda)

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Deixe uma resposta