Saindo do papel! Governo define ações integradas para região metropolitana de São Luís
Com esse nível de interesse, é possível que a metropolização da Grande São Luís, agora, saia do papel...

Saindo do papel! Governo define ações integradas para região metropolitana de São Luís

O governador Flávio Dino se reuniu, nesta segunda-feira (2), com prefeitos e representantes dos oito municípios que integram a região metropolitana de São Luís para definir ações integradas. Essa é a primeira vez que o Governo do Maranhão promove a discussão conjunta sobre a metropolização desde 1998, ano em que houve a instituição legal da região formada pelos quatro municípios da Ilha (São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa) e Alcântara. Indefinições jurídicas e diferenças políticas entre prefeitos e, destes, com os governos anteriores impediram que o processo de metropolização fosse concluído.

O governador Flávio Dino disse que a metropolização tem como objetivo alavancar o desenvolvimento de todos os municípios que estão inclusos na área. “Nós acreditamos no Maranhão, nas suas potencialidades e riquezas, e que essas riquezas podem levar justiça e mais igualdade para todos. Isso passa pelo esforço conjunto do Governo do Estado e municípios”, explicou o governador durante o encontro.

Em 2012, uma nova lei foi aprovada pela Assembleia Legislativa incluindo mais três municípios na região metropolitana: Rosário, Bacabeira e Santa Rita. No entanto, a medida ainda não foi sancionada. O primeiro passo será fazer uma revisão da parte institucional, ou seja, garantir que a Assembleia Legislativa estabeleça mecanismos que façam que metropolização funcione de fato. Em janeiro foi aprovada lei federal determinando que para ter acesso a recursos federais as regiões metropolitanas façam essa revisão.

Dois grupos de trabalho foram definidos durante a reunião e começarão a trabalhar ainda este mês em busca de soluções para problemas compartilhados entre os municípios integrantes da região metropolitana: mobilidade urbana e coleta e tratamento de resíduos sólidos. Serão apresentadas soluções em curto, médio e longo prazo.

“Definimos duas vertentes práticas de trabalho. Nós temo

Com esse nível de interesse, é possível que a metropolização da Grande São Luís, agora, saia do papel…

s leis federais, inclusive a previsão de punições aos municípios que não cumprirem essas regras, de modo que nós iremos promover uma integração, coordenada pelo Governo do Estado, em torno dessas duas temáticas e vamos avançar na metropolização nos próximos anos”, ressaltou Flávio Dino.

O prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior, destacou a reunião como um momento ímpar para os municípios que integram a região metropolitana. “Sempre houve muita vontade política da parte dos prefeitos, mas faltava o empenho do líder maior, e hoje vivemos um momento histórico de ver o governador Flávio Dino puxando para si a responsabilidade de elaborar um grande projeto comum nos setores da mobilidade urbana e de resíduos sólidos, articulado conjuntamente com todas as prefeituras que integram a região metropolitana”, disse o prefeito.

Sem a integração, os municípios da região metropolitana realizam projetos concorrentes e com resultados de baixa produtividade. “Essa é mais uma iniciativa importante do governador em respeito aos municípios e à população. Governo e prefeituras trabalhando em conjunto com o governo federal para que possamos encontrar soluções concretas na área da mobilidade urbana, dos resíduos sólidos, enfim questões que podem conferir a todos melhores condições de vida”, avaliou o secretário de Articulações Políticas e Assuntos Federativos, Márcio Jerry.

“Estamos todos muitos felizes com essa reunião. O governador sinalizou de forma positiva esse nosso grande sonho de finalmente implantar de fato a região metropolitana. Na lei, ela já existe desde 1998, mas nunca saiu do papel, nunca foi efetivada”, lembrou o prefeito de São José de Ribamar e presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem), Gil Cutrim.

Região metropolitana
São Luís
Paço do Lumiar
São José de Ribamar
Alcântara
Raposa
Rosário
Santa Rita
Bacabeira

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Deixe uma resposta