Rubens Jr. alerta governo sobre não cumprimento do Estatuto do Educador
Rubens Jr. repercute, na AL, movimento dos profissionais da Educação Pública

Rubens Jr. alerta governo sobre não cumprimento do Estatuto do Educador

O líder da oposição na Assembleia Legislativa, deputado Rubens Júnior (PCdoB) registrou da tribuna a paralisação de advertência dos professores da rede pública estadual, ocorrida na terça-feira, em frente à Biblioteca Benedito Leite. Conforme Rubens Júnior, a paralisação decorre do não cumprimento, por parte do governo do Estado, do Estatuto do Educador, e os professore ameaçam paralisar suas atividades uma vez por mês até que o governo cumpra integralmente o Estatuto.

Rubens Jr. repercute, na AL, movimento dos profissionais da Educação Pública

Afirmando que o assunto passa à distância do discurso oficial dos deputados governistas na Assembleia, o líder da oposição disse que no dia dos professores ouviu muitos discursos sobre as vantagens do Estatuto, mas para ele não adianta existir o Estatuto se ele não for cumprido, vira letra morta da lei. 

O parlamentar lembrou que o acordo entre os professores e o governo foi homologado pela Assembleia Legislativa quando da atualização da lei, adiantando que a maior parte do acordo ficou para ser executada no ano que vem. Agora Rubens Júnior revela o temor de que, com o corte de R$ 23 milhões no orçamento da Educação, o Estatuto não seja implementado.

No ato realizado em frente à Biblioteca Pública, segundo Rubens Júnior, dezenas de profissionais protestaram contra a política de educação do Estado. “É indispensável que o governo diga efetivamente porque não está cumprindo o Estatuto do Educador”, cobrou o parlamentar.

Também o deputado Bira do Pindaré se manifestou sobre a paralisação dos professores, afirmando que a categoria ameaça novas greves. Segundo Bira do Pindaré, o governo não está cumprindo o que foi ajustado sobre o reajuste salarial, não está cumprindo o reconhecimento das promoções, titulações e progressões e toda a materialização do Estatuto do Magistério.  Bira considerou falta de consideração do governo reduzir o orçamento da educação num momento em que o índice de analfabetismo no Estado atinge 20% da população. (Agência Assembleia)

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Deixe uma resposta