Roseana Sarney decreta emergência e chama a Guarda Nacional
Roseana, preocupada, chama a cavalaria...

Roseana Sarney decreta emergência e chama a Guarda Nacional

A governadora Roseana Sarney decretou, ainda ontem (10), estado de emergência no sistema prisional do Maranhão. Dentre as  medidas, encontra-se  a construção de um presídio de segurança máxima em São Luís e nove outras unidades prisionais no interior do Estado.

A governadora contatou, ainda, com o ministério da Justiça e solicitou um contingente da Guarda Nacional para dar segurança aos presídios de São Luís.

O estado de emergência é específico para o setor prisional. Objetiva dar, ao Estado, agilidade para, em 180 dias, resolver por completo todas as pendências do setor: construir presídios na quantidade necessária para separar gangs e desafogar as cadeias; equipamentos e outros pontos.

A informação foi confirmada pelo secretário de Justiça e Administração Penitenciária (Sejap), Sebastião Uchôa, em entrevista à TV Mirante, na manhã de hoje.

– “A governadora assinou ontem esse decreto para facilitar os procedimentos licitatórios, agilizar em matéria de burocracia e, com isso, vai facilitar substancialmente não só a construção, mas a ampliação de presídios. Na capital, será um, e nove, no interior. Fora isso, serão reformadas outras unidades do interior da Polícia Judiciária que passarão para a Polícia Civil e vai nos dar um suporte de 1.800 vagas, eliminando déficit carcerário em definitivo no Maranhão.

Força Nacional
Sebastião Uchôa confirmou, ainda, que a governadora Roseana Sarney teria feito contato com o Ministério da Justiça para pedir apoio da Força Nacional para o sistema prisional de São Luís.

 

Roseana, preocupada, chama a cavalaria…

-“A governadora já fez o contato com o Ministério da Justiça e o ministéiro já fez o contato conosco. Acredito que, brevemente, por esses dias, estão chegando homens da Força Nacional para ocupar as permanências dos nossos presídios. Inclusive, contratamos 170 homens da vigilância privada para apoiar na permanência dos presídios, para dar segurança à sociedade, aos presos e evitar que essas gangues se encontrem no ambiente penitenciário”, esclareceu o secretário.

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Deixe uma resposta