Rebelião de presos de Rosário é mais um alerta para o sistema penitenciário
Apesar do motim, o clima hoje é de tranquilidade na

Rebelião de presos de Rosário é mais um alerta para o sistema penitenciário

Uma tentativa de fuga em massa na Delegacia Regional de Rosário resultou em rebelião, ontem à tarde (18).  A confusão teria iniciado por volta do meio dia, quando o plano de fuga foi descoberto por um agente de polícia. Hoje, porém, depois da intervenção da Polícia Civil, Sejap e Ministério Público, o clima já é de tranquilidade.

Há muito o caldeirão ferve na Delegacia, apesar dos apelos de delegados e agentes, que já previam que isso aconteceria. A Polícia Civil alega que não é de sua obrigação vigiar presos na quantidade ali  existente, cerca de 70, e vinham apelando para que a Secretaria de Justiça e Administração Penitenciária (Sejap), comandada por Sebastião Uchoa. Mas nada foi feito, até que o caldeirão explodiu.

Os amotinados tocaram fogo em colchões e conseguiram abrir as celas. Entre as reivindicações está a mudança no horário de visitas, melhorias no fornecimento de água e  alimentação, acabar com a superlotação.

Apesar de tudo, o clima já é de tranquilidade na Delegacia Rosário, improvisada de presídio. H

Apesar do motim, o clima hoje é de tranquilidade na delegacia de Rosário.

oje pela manhã (1) aconteceu reunião com a delegada Regional de Rosário, Regina França, promotores Elizabeth Albuquerque de Sousa Mendonça, Carlos Cesar Silva Lindoso e o secretário Adjunto de Estabelecimentos Penais, Hamilton Assunção Louzeiro, para tratar da situação do motim que aconteceu ontem à tarde..

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Este post tem um comentário

  1. José júnior

    Mais de 80 presos e péssima infraestrutura p prevenir fugas.

Deixe uma resposta