Rebatendo nota, Flávio Dino solta os cachorros contra os Sarney
Flávio Dino usa o Facebook para desabafar contra adversários

Rebatendo nota, Flávio Dino solta os cachorros contra os Sarney

A informação de que Flávio Dino teria recebido 500 mil reais de salários, ilegalmente, como professor da Universidade

Flávio Dino usa o Facebook para desabafar contra adversários

Federal do Maranhão (UFMA), enquanto presidente da Embratur, tirou o comunista do sério. Ele não só classificou de crime (de calúnia), como atribuiu o fato ao grupo Sarney, na base de “quem disso cuida,  disso usa”, embora, pelo que se saiba, a veiculação não tenha vindo “do lado da oligarquia”…

Flávio Dino publicou o desabafo em sua página do Facebook, onde, de imediato, milhares de pessoas curtiram e comentaram o texto. Ele lembrou que os fatos espalhados pelos Sarney já foram desmentidos pela própria UFMA em nota:.

– “Uso este espaço para fazer um importante alerta a ataoda a população do nosso Estado. Vocês têm acompanhado as pesquisas que registram a preferência popular pelo nossa pré-candidatura ao  Governo do Estado . Diante desse fato, tomado pelo desespero, o grupo que se acha dono do Maranhão resolveu fazer uma violenta e cruel campanha contra mim.

“São rádios, jornais, postagens sucessivas e  obsessivas em blogs, enfim todo o império de comunicação deles movido par me difamar…” E continua, zangado, como veremos a seguir.

A Universidade Federal do Maranhão (UFMA), por sua vez, desmente, em nota oficial,  a informação  sobre a situação econômica de Dino postada num blog local, sobre as tais 500 mil pilas

A UFMA informa que “o servidor Flávio Dino de Castro e Costa, matrícula SIAPE 1064951, vinculado ao Departamento de Direito, está cedido para o Ministério do Turismo onde ocupa atualmente a função de confiança DAS 101.6, de Presidente do Instituto Brasileiro de Turismo, Embratur, pela qual recebe o seu salário. Durante o tempo em que está afastado, o servidor nunca recebeu qualquer vencimento básico nem restituição por titulação”, diz o comunicado.

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Deixe uma resposta