Proposta de Roberto Rocha capacita o Maranhão a receber recursos do FNO
Senadores Roberto Rocha (PSB-MA) e Wellington Fagundes (PR-MT): atuação conjunta

Proposta de Roberto Rocha capacita o Maranhão a receber recursos do FNO

Parte do Maranhão e do estado do Mato Grosso passará a integrar a zona de aplicação do Fundo Constitucional de Financiamento do Norte (FNO), de acordo com projeto aprovado pela Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo (CDR), na

Senadores Roberto Rocha (PSB-MA) e Wellington Fagundes (PR-MT): atuação conjunta

quarta-feira (4). A proposta (PLS 51/2016), do senador Roberto Rocha (PSB-MA), segue agora para a Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), onde receberá decisão terminativa. Se for aprovado por essa comissão, seguirá para a Câmara dos Deputados.

O Maranhão já está na área de atuação da Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia (Sudam), mas só recebe recursos do Fundo Constitucional do Nordeste (FNE).

Roberto Rocha argumenta que o reordenamento previsto em seu projeto é uma questão de coerência entre os instrumentos de atuação da Política Nacional de Desenvolvimento Regional. Ele propõe, contudo, que a inclusão das novas áreas no FNO ocorra sem prejuízo de sua participação nos fundos do Centro-Oeste, no Mato Grosso, e do Nordeste, no Maranhão.

“No caso do Estado do Maranhão, a sua localização em área de transição entre o Nordeste semiárido e o Norte, úmido, confere condições específicas que influenciam os processos de produção e que podem diferir das condições vigentes nos demais Estados nordestinos”, explicou Roberto Rocha.

Dupla atuação

Se o projeto virar lei, portanto, dois diferentes fundos regionais atuarão simultaneamente em Mato Grosso (FCO e FNO) e na parte ocidental do Maranhão (FCO e o FNE). Assim, explica o autor, haverá como atender melhor a pré-Amazônia mato-grossense e maranhense com linhas de financiamento ao setor produtivo que sejam mais identificadas com os processos de produção típicos da Região Norte.

O senador Wellington Fagundes (PR-MT) apresentou o relatório, em substituição a José Medeiros (PSD-MT). Segundo a análise, favorável ao projeto, a iniciativa é capaz de contribuir para o desenvolvimento regional no Brasil, uma vez que permite a adequação dos instrumentos de apoio ao desenvolvimento regional às diferentes realidades do país.

Os fundos regionais de desenvolvimento recebem parcelas de recursos tributários da União para a implantação de políticas de desenvolvimento regional e de redução das desigualdades inter-regionais, por meio da execução de projetos de financiamento ao setor produtivo.

 

Foto: Reinaldo Ferrigno

Com informações da Agência Senado

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Deixe uma resposta