Presidente do Bradesco deve recusar convite de Dilma Rousseff para ser ministro da Fazenda
Luiz Carlos Trabuco Cappi, presidente do Bradesco,foi sondado pelo Planalto - Paulo Fridman (O Globo)

Presidente do Bradesco deve recusar convite de Dilma Rousseff para ser ministro da Fazenda

O presidente do Bradesco, Luiz Carlos Trabuco,  comentou com amigos próximos que tem dificuldades de aceitar o convite da presidente Dilma Rousseff para ser ministro da FAzenda, por causa de compromissos assumidos com o presidente do conselho superior de administração do Bradesco, Lázaro Brandão,

No Bradesco, a idade de Trabuco para o ministério já é dada como descartada. No próprio Palácio do Planalto, apesar de o governo admitir que o convidado mude de ideia, a  avaliação é que a operação Trabuco não vai dar certo e a presidente já analisa outras opções.

A principal seria convidar o ex-secretário executivo do Ministério do Planejamento, Nelson Barbosa, para substituir Guido Mantega. Barbosa vinha sendo considerado opção também para o Ministério do Planejamento.

Dilma tratou do convite a Trabuco na terça-feira (18), com Lázaro Brandão, numa reunião sigilosa em Brasília. Na conversa, Brandão falou das dificuldades em ceder o presidente do Bradesco por causa de sua sucessão no conselho de administração. O atual presidente do Brasdesco vai se aposentar daqui a dois anos, quando completará 65 anos. Nos planos de Lázaro, Brandão será o seu sucessor.

OPÇÕES

Luiz Carlos Trabuco Cappi, presidente do Bradesco,foi sondado pelo Planalto – Paulo Fridman (O Globo)

De dentro do Bradesco, outro nome também está sendo especulado, o de Joaquim Levy, que já foi secretário do Tesouro nacional na gestão de Antônio Pallocci no Ministério da Fazenda. Assessores palacianos avaliam que ele seria uma boa escolha, mas, no passado já teve um desentendimento com Dilma Roussef.

Alexandre Tombini, atual presidente do Banco Central, é outro nome que estaria na bolsa de apostas, mas a presidente Dilma prefere deixa-lo no mesmo posto.

Com informações do UOL e de O Globo

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Deixe uma resposta