Prefeitura de São Luís  vai construir e ampliar o esgotamento sanitário na área Itaqui-Bacanga
Mesmo não rendendo votos, Prefeitura vai investir em obra subterrânea de esgotamento sanitário

Prefeitura de São Luís vai construir e ampliar o esgotamento sanitário na área Itaqui-Bacanga

Mesmo não rendendo votos, Prefeitura vai investir em obra subterrânea de esgotamento sanitário

O prefeito de São Luís (MA) Edivaldo Holanda Júnior participará, sábado (14) pela manhã,  da cerimônia de lançamento da obra de construção e ampliação do Sistema de Esgotamento Sanitário da Margem Esquerda da Bacia do Bacanga. O ato será realizado na Praça Vila Bacanga (Avenida dos Portugueses, Vila Bacanga).

Esta é mais uma obra a ser realizada como contrapartida dentro do Programa de Recuperação Ambiental e Melhoria da Qualidade de Vida da Bacia do Bacanga, coordenada pela Secretaria Municipal Extraordinária de Projetos Especiais (Sempe). As ações vão beneficiar mais de 31 mil famílias distribuídas em 30 bairros do eixo Itaqui-Bacanga.

A obra, orçada em R$ 42.156.652,68, será realizada pela empresa Sonel Engenharia S/A. O prazo de conclusão dos trabalhos é de 24 meses e envolve a construção de aproximadamente 72 km de rede de esgoto, contendo 203 km de ramais, com um total de 31.116 ligações condominiais. A obra ainda contempla a construção de 184 fossas sépticas e sumidouros, 802 módulos sanitários (kit sanitários) e 13 estações elevatórias.

“Esta é uma obra extremamente importante realizada pela gestão do prefeito Edivaldo Holanda Júnior, por meio do Programa Bacia do Bacanga, não apenas pelo valor do empreendimento, mas pelos benefícios que ela trará à população residente no seu entorno. Serão cerca de 110 mil habitantes beneficiados com a implantação do sistema de esgotamento sanitário, solucionando a problemática de insalubridade atualmente existente na região”, disse secretário de Projetos Especiais, Gustavo Marques.

O sistema de esgotamento existente abrange somente a margem direita da bacia hidrográfica do Bacanga, compreendendo cerca de 106 km de redes coletoras e 21.689 ligações prediais.

Os bairros beneficiados com as redes coletoras e tratamento de esgotos são os seguintes: a jusante da barragem do Bacanga: Prainha, Bonfim, Vila Nova, Vila Roseana Sarney, Vila Ariri, São Raimundo, Gancharia, Anjo da Guarda, Alto da Vitória, Conjunto E.I.T., Vila Isabel, Vila Dom Luís, Vila Bacanga, Vila Cerâmica, Alto da Esperança, Residencial Ana Jansen e Sítio do Tamancão. E a montante da barragem do Bacanga: Sá Viana, Jambeiro, Riacho Doce, Piancó, Vila Embratel, Residencial Paraíso, Vila Zagueiro, América do Norte, Residencial Primavera, Residencial Resende, Vila São João da Boa Vista e São Benedito.

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Deixe uma resposta