Prefeitura de São Luís inicia venda de pescado na Semana Santa
Mais de 60 toneladas de peixe foram adquiridas para garantir o produto à população

Prefeitura de São Luís inicia venda de pescado na Semana Santa

Mais de 60 toneladas de peixe foram adquiridas para garantir o produto à população

Secretário Marcelo Coêlho foi conferir o funcionamentyo do programa

Dezenas de pessoas da região Itaqui-Bacanga, da Cohab e do Cohatrac fizeram filas para comprar pescados do projeto “Peixe na Mesa”, idealizado pela Prefeitura de São Luís. A comercialização foi iniciada nesta segunda-feira (14), pelo bairro Anjo da Guarda, e regula os preços do produto durante a Semana Santa, estipulando, em média, valores 25% inferiores aos do mercado local.

Mais de 60 toneladas de peixe foram adquiridas pela Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa) para abastecer o projeto. “Vamos levar o peixe com preços mais baratos para a mesa da população carente, seguindo a determinação do prefeito Edivaldo Holanda Júnior, de promover acesso facilitado a este importante alimento”, informou o secretário Marcelo Coêlho, da Semapa.

Amélia Almeida Cantanhede, 72 anos, é dona de casa e moradora do Anjo da Guarda. Ela foi uma das primeiras a chegar ao Viva, local da abertura do projeto “Peixe na Mesa”. “Fiquei sabendo pelo rádio e decidi vir logo cedo para garantir minha compra. Acho que com o preço baixo vai dar para comprar o suficiente para minha família”, disse Amélia, que aguardava a chegada do “Caminhão do Peixe” acompanhada de uma neta.

No bairro da Cohab, a pescada amarela – vendida a R$ 21 o quilo – foi o peixe mais procurado, repetindo a preferência da maioria dos consumidores do eixo Itaqui-Bacanga. Renato Villelo, morador do Cohatrac, soube no meio da tarde da realização da feira. Ele escolheu pescada amarela e anchova. “O preço está bem em conta. É bom que a Prefeitura realize feiras deste tipo para evitar a exploração do mercado neste período”, elogiou.

PROGRAMAÇÃO

Nesta terça-feira (15), o “Peixe na Mesa” – coordenado pela Semapa -, tem continuidade em três locais: no bairro do Coroadinho, ao lado da Fundação Bradesco; no Turu, em frente à antiga Cobal; e no Vinhais, nas proximidades do Posto Brasil. Com exceção do Coroadinho, onde a venda do peixe começa às 9h, o comércio do produto será realizado entre 15h e 19h nos demais bairros. Até quinta-feira (17), o “Peixe na Mesa” deve alcançar outras localidades, como Madre Deus, São Francisco, Cidade Operária, São Raimundo e Itapera.

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Este post tem um comentário

  1. Georlanny Carvalho Bastos

    Até q em fim! já teve semana santa q o povo preferiu ir pescar!

Deixe uma resposta