Prefeitura de São Luís assina contrato dos prestadores de serviço do Banco da Cidade
Roberto Rocha, Roberto Júnior e Marcelo Coêlho na Secretaria de Agricultura: os primeiros agentes assinam contrato para trabalhar no Banco da Cidade

Prefeitura de São Luís assina contrato dos prestadores de serviço do Banco da Cidade

O VICE-REFEITO ROBERTO ROCHA REAFIRMOU O COMPROMISSO DA PREFEITURA E DO BANCO DO NORDESTE DE INJETAR  R$

Roberto Rocha, Roberto Júnior e Marcelo Coêlho na Secretaria de Agricultura: os primeiros agentes assinam contrato para trabalhar no Banco da Cidade

150 MILHÕES PARA MICROEMPREENDEDORES DA CAPITAL

O vice-prefeito Roberto Rocha participou, nesta quinta-feira (30), da assinatura do contrato de prestação de serviço dos 28 agentes que irão trabalhar no Banco da Cidade, em solenidade realizada na sede da Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa). O programa foi lançado pelo prefeito Edivaldo Holanda Júnior em outubro passado, quando foi assinado acordo de cooperação técnica entre a Prefeitura de São Luís e o Banco do Nordeste, que prevê investimento de mais R$ 150 milhões para a ampliação de microempreendimentos na capital.

– “Hoje estamos contratando os primeiros jovens que foram capacitados para oferecer o crédito para os microempreendedores investirem em seus negócios. Essa parceria entre a Prefeitura e o Banco do Nordeste injetará até R$ 150 milhões na economia da cidade e dará oportunidade às pessoas que mais precisam de ajuda: o pequeno empreendedor e os jovens que estão dispostos a contribuir para o desenvolvimento econômico das famílias de São Luís”, disse o vice-prefeito e presidente do Consorcio Intermunicipal de Produção e Renda (Cinpra), Roberto Rocha.

Os agentes atuarão como promotores do serviço nos bairros identificando as demandas para o microcrédito a partir desta segunda-feira (3). Eles têm entre 16 e 22 anos, são oriundos de escola pública, beneficiários dos programas sociais do Governo Federal e também encaminhados pela Secretaria da Criança e Assistência Social (Semcas). Os jovens trabalharão quatro horas por dia, terão acompanhamento do rendimento escolar e a renovação do contrato, que é de seis meses, estará condicionada a este fator.

Em seu discurso na finalização do curso, Marcelo Coelho, parabenizou os alunos e desejou sucesso a todos. Ele destacou que a parceria com Banco do Nordeste vai alavancar a economia da cidade. “Os jovens vão ajudar no desenvolvimento da cidade e essa parceria vai alavancar a economia de São Luís, oferecendo crédito aos microempresários e os jovens vão ajudar nesse desenvolvimento”, avaliou.

O vereador Roberto Rocha Júnior (PSB), idealizador do projeto, reforçou a importância da parceria. “Estou muito gratificado em ver que o projeto irá inserir os jovens no mercado de trabalho. Até o fim do ano o projeto crescerá e nos próximos anos estará consolidado. Com certeza o Banco da Cidade vai realizar os sonhos dos microempreendedores e aquecer a economia local”, destacou.

A jovem Adriana Santos Perreira, de 18 anos, foi uma das agentes formadas pelo curso. Para ela, é uma oportunidade para os jovens entrarem no mercado de trabalho. “É um privilégio participar desse projeto, no qual eu posso desenvolver minhas habilidades e ter uma oportunidade de ser futuramente contratada pelo banco”, contou a estudante.

A gerente do Banco do Nordeste, Andrea Pinheiro, disse que está prevista para fevereiro uma nova turma de alunos e que a meta é formar 70 promotores até o fim do ano. “A partir desta segunda-feira (03), os agentes já estarão em campo, identificando e oferecendo microcrédito a feirantes, costureiras, pequenos comerciantes, entre outros”, finalizou.

PARCERIA

O programa Banco da Cidade é uma iniciativa da Prefeitura de São Luís em parceria com o Banco do Nordeste (BNB), que disponibiliza linhas de crédito de R$ 100 a R$ 15 mil para microempreendedores na capital. A capacitação dos agentes foi feita por meio da parceria entre o Consórcio Intermunicipal de Produção e Abastecimento (Cinpra) e a Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento (Semapa).

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Deixe uma resposta