Prefeito anuncia cortes nas despesas do Município de Timon
Luciano: cortando para poder administrar

Prefeito anuncia cortes nas despesas do Município de Timon

O prefeito de Timon, Luciano Leitoa, divulgou  nota, anunciando cortes nas despesas de custeio do Município. Pela nota, serão extintos e fundidos  secretarias e órgãos públicos, tendo como consequência muitas demissões. A previsão, segundo fontes extraoficiais, é de que serão economizados em torno de 2 milhões de reais por mês, para fazer face a aumentos históricos de despesas, além da queda de receitas como o Fundo de Participação dos Municípios.

 A seguir, a nota oficial da Prefeitura Municipal de Timons, anunciando as medidas de contenção de gastos públicos:

“A Prefeitura de Timon tem o compromisso de manter a austeridade nas finanças públicas e de cumprir o que determina a Lei de Responsabilidade Fiscal, com vistas a transparência e a responsabilidade na administração.

“O orçamento municipal é complexo e flutua mensalmente com as frustrações de receita, ocasionada pelas constantes quedas nos recursos repassados pelo Tesouro Nacional.

No comparativo das receitas de maio a junho de 2013 a queda foi de 13%. Quando consideramos as receitas próprias da Prefeitura e as transferências constitucionais de janeiro a junho deste ano, o crescimento foi de 0,28%%. No entanto, quando analisamos junho de 2013 em relação ao mesmo período de 2012, a queda nas receitas foi na ordem de 14%.

A Prefeitura de Timon herdou uma dívida com a Previdência Social em torno de 39 milhões de reais e com o Instituto de Previdência do Município – IPMT, de cerca de 53 milhões, todas negociadas e em processo de pagamento na proporção de uma parcela atrasada de gestões anteriores e uma atual. Com fornecedores e prestadores de serviços a dívida registrada no balanço de 2012 é de mais de 34 milhões, também em processo de pagamento. Somente com folhas de pagamento atrasadas, deixadas pela administração anterior, referente ao exercício de 2012, a Prefeitura já pagou este ano a quantia de R$ 9.100.137,97,

Luciano: cortando para poder administrar

elevando a despesa com pessoal ao limite máximo determinado pela Lei de Responsabilidade Fiscal.

“Diante desta situação, nos próximos dias serão efetuados cortes no custeio da Prefeitura, reduzindo secretarias e as despesas com funcionalismo, com o objetivo de ampliar a capacidade de investimento do Município, especialmente nas áreas de pavimentação de ruas e avenidas, urbanização de praças, construção de escolas, creches e quadras esportivas, iluminação pública, sinalização do trânsito e, em especial, no setor de saúde com vista a melhorar cada vez mais o atendimento à população.”

 

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Deixe uma resposta