Ponte do Pai Inácio, no Turu: Em parceria,  Edivaldo lança obra que foi prometida por Tadeu e Castelo

Ponte do Pai Inácio, no Turu: Em parceria, Edivaldo lança obra que foi prometida por Tadeu e Castelo

O prefeito Edivaldo e o secretário estadual de Infraestrutura, Clayton Noleto, representando o governador Flávio Dino, lançaram na manhã desta segunda-feira (24) as obras de construção da ponte Pai Inácio, que vai ligar a rua General Artur Carvalho, no Turu, à Travessa Nossa Senhora da Vitória, no Parque Vitória. A intervenção é mais uma ação realizada em parceria entre a Prefeitura de São Luís e o governo do Estado, executada como parte do Programa Interbairros, que visa criar vias alternativas para desafogar os grandes corredores de fluxo intenso da capital.

“Iniciamos aqui mais uma obra de grande alcance social porque vai proporcionar à população não apenas melhorias na mobilidade urbana, mas beneficiar também a comunidade em outros aspectos importantes como o desenvolvimento do comércio local, a segurança de pedestres na circulação por essa área, que contará com nova iluminação, entre outros fatores. A construção dessa ponte e as intervenções urbanísticas na área eram uma reivindicação antiga da população, que agora vamos executar em parceria com governo do Estado, para solucionar problemas antigos observados nessa região”, afirmou o prefeito Edivaldo.

A ponte integra o trecho do Programa Interbairros, que vai permitir a interligação da estrada da Maioba à Avenida dos Holandeses. Com 8.565 metros de extensão, é considerada a intervenção mais expressiva do programa. A obra contempla parte da Estrada da Maioba, passando pela Avenida 2, no Itapiracó, cruzando a Ponte Pai Inácio, no Turu, e pela Alameda Jaú, na Divineia. Os trabalhos já estão praticamente concluídos na primeira etapa do trecho, que consiste na requalificação asfáltica da Rua Artur Carvalho até a Holandeses.

No segundo trecho, que é a requalificação asfáltica da Avenida 1, no Matões/Turu, que margeia o Itapiracó, os serviços devem ser concluídos esta semana. Já na obra da ponte Pai Inácio, que terá uma extensão de 12 metros, com previsão de ser concluída em meados do mês de outubro, os serviços de bate-estaca e fundação já foram iniciados.

Segundo o titular da Secretaria de Estado de Infraestrutura (Sinfra), Clayton Noleto, a obra iniciada nesta segunda-feira é a comprovação de que quando há parceria, transparência e eficiência na aplicação dos recursos públicos, é possível fazer melhorias em benefícios à população mesmo em tempos de crise. “Hoje é visível a ação do poder público em toda a capital, por meio dessa parceria na qual governo do Estado e Prefeitura trabalham juntos em favor da capital e dos cidadãos ludovicenses. E garanto que, no próximo ano, com planejamento e orçamento feitos pelos dois governos, não daremos mais apenas passos, mas grandes saltos para melhorar ainda mais a infraestrutura da nossa capital”, garantiu o secretário.

Além do programa Interbairros, Clayton Noleto citou ainda outras ações executadas em parceria celebrada entre a Prefeitura de São Luís e o governo do Estado, para proporcionar melhorias na infraestrutura urbana da cidade, como o programa “Mais Asfalto”, que investe R$ 20 milhões em serviços de pavimentação asfáltica de vias em diversos bairros da cidade, e mais R$ 5 milhões destinados especificamente a obras de intervenções de trânsito, que preveem mudanças de traçado geométrico para facilitar a mobilidade nas avenidas de grande fluxo, entre outros serviços.

Segundo o secretário municipal de Obras e Serviços Públicos, Antônio Araújo, a obra da ponte Pai Inácio, além de melhorar a mobilidade urbana, com impacto positivo no trânsito da Avenida São Luís Rei de França, por exemplo, vai possibilitar também o crescimento e a abertura de novos comércios na região. O trecho que será construída a ponte é por onde passa o canal do Rio Gangan, que receberá serviço de limpeza e desobstrução, melhorando também o aspecto ambiental.

“A população reivindicava há décadas essa obra, que vai proporcionar a interligação de uma área que estava isolada há muito tempo. Com a realização deste serviço vamos fazer o sistema funcionar melhor e toda a cidade será beneficiada porque no momento em que se proporciona uma opção a mais no sistema viário, você beneficia toda a população do entorno e não somente quem passa por essas vias”, ressaltou o Antônio Araújo.

No final da manhã, o prefeito Edivaldo e o secretário Clayton Noleto vistoriaram as obras de construção de outra via interbairros, que ligará o Altos do Calhau à região do Barramar, passando pela Rua São Bento e outras vias paralelas do bairro. O Trecho, que contempla cerca de 1 km de intervenção, está na fase de terraplenagem.

INTERBAIRROS

O programa Interbairros contempla a criação de 14 interconexões viárias na capital, construindo vias alternativas de trânsito com o objetivo de propiciar outras possibilidades de tráfego de veículos, para desafogar os corredores de trânsito intenso da cidade. Para a concretização do projeto, que prevê melhorias viárias em mais de 21 km de vias, estão sendo aplicados cerca de R$ 32 milhões. As novas vias representam melhoria do aspecto urbanístico, vão proporcionam bem-estar à população promover o redesenvolvimento nas regiões impactadas com a nova configuração do trânsito de São Luís.

Entre os bairros contemplados com a construção das 14 vias interbairros estão Vila Embratel, Vila Maranhão, Jardim São Cristóvão, João Paulo, Divineia, Turu, Vinhais, Cidade Operária, Cohama, Vila Conceição, Angelim, Parque Sabiá e Itapiracó. A previsão para a conclusão das obras das Interbairros, planejadas pela Semosp e executadas pela Sinfra, é de seis meses.

Outros trechos previstos pelo programas Interbairros contemplam novos corredores entre a Avenida Sabiá à Vila Maranhão/BR 135; Rua do Arroz a Rua Projetada/João Paulo; rua Boa Esperança/Angelim/Turu; rua Boa Esperança com Rua do Aririzal; rua Santa Maria com rua Dom Mota/Bequimão; rua Santa Rosa com Rua 10/Parque Sabiá; Vinhais Velho e Recanto dos Vinhais ligando à Avenida Daniel de la Touche; rua Duque de Caxias e Derci Batista/Pão de Açucar/Bequimão; rua 21 com 38/Cidade Operária ao Jardim São Cristóvão; Via Expressa com Rua A/Maranhão Novo.

Participaram também do ato de lançamento da obra da ponte Pai Inácio os vereadores Isaías Pereirinha, Marquinhos, Pavão Filho, Ricardo Diniz, Josué Pinheiro e Ivaldo Rodrigues, além dos secretários municipais Lula Fylho (Governo), Batista Matos (Comunicação), Ana Paula Rodrigues (Articulação Institucional), Raimundo Rodrigues (Fazenda), Tati Lima (Informática e tecnologia), Fátima Ribeiro (Segurança Alimentar), Diogo Diniz (Urbanismo e Habitação), Júlio França (Desportos e Lazer), Júlio Cesar Marques (Desenvolvimento Metropolitano), Aldo Rogério (Agricultura, Pesca e Abastecimento), além do presidente do Instituto de Previdência e Assistência do Município (Ipam), Raimundo Penha.

FALA POVO

Ubiratan Rodrigues, cobrador

Ubiratan Rodrigues Cobrador: “Passo aqui todo dia, mesmo com toda dificuldade esse ainda é um acesso curto para o meu trajeto. Imagina isso aqui quando estiver com a ponte pronta, vai ser uma beleza”.

Ingrid Paiva – Dona-de-casa: “Essa obra é um sonho! Vai melhorar muito a vida de motoristas e pedestres que precisam passar por aqui e que hoje têm que se arriscar a quebrar seus carros e motos por dentro do canal”

André Jefferson Pinheiro – Garçom: “Eu moro no Parque Jair, mas utilizo essa via todos os dias. Para mim será muito bom trafegar por uma ponte segura e por uma via pavimentada. Hoje andamos por dentro da lama”

Jorge Soeiro – Do Conselho Comunitário do Parque Vitória e do G13: “Esta obra vai resolver um grande e antigo problema dessa região. Ela uma via de interligação entre São Luís e os município do Paço do Lumiar e Ribamar”

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Deixe uma resposta