Polícia prende sete suspeitos de matar jovem em ritual de magia negra

Polícia prende sete suspeitos de matar jovem em ritual de magia negra

Homem de 20 anos foi brutalmente assassinado durante processo de inicialização de uma seita religiosa em Caxias

O Dia

Agentes da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) cumpriram, nesta sexta-feira, (16) sete mandados de prisão preventiva contra acusados de fazer parte de uma seita de rituais de magia negra que matou com requintes de crueldade um jovem de 20 anos durante um “processo de inicialização” em Xerém, Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Eles foram indiciados pelo crime.

Jovem foi queimado e atingido por golpes de madeiras, correntes, facas, socos, chutes e joelhadas
Jovem foi queimado e atingido por golpes de madeiras, correntes, facas, socos, chutes e joelhadas.Arquivo: Fernando Frazão/ Agência Brasil

Segundo as investigações da especializada, conduzidas pelo delegado Fábio Cardoso, Dener dos Santos Perez teve a cabeça coberta por um capuz encharcado de cachaça e foi agredido por várias pessoas da seita por quatro horas. Durante o ritual, ocorrido entre a noite do dia 5 e madrugada do dia 6 de setembro, o jovem foi atingido por golpes de madeiras, correntes, facas, socos, chutes e joelhadas, além dele ter sido queimado com um charuto.

A vítima também teria sido embriagada durante o processo. teria sido morta após ser atingida por um  “chute de misericórdia”. O corpo foi abandonado em uma “posição ritualística” em um terreno baldio próximo a sede da seita, em Xerém.

Na operação de hoje, chamada de “Black Magic”, foram presos Salvador Almeida Filho, de 49 anos, Marcília Nogueira da Silva, de 45 anos, Laís Cristina Silva de Almeida, conhecido como “Lalá”, de 25 anos, Evandro Garcia Mattos, de 38 anos, Ismael Santos de Souza, de 31 anos, Luiz Cláudio Gualberto dos Santos Ribeiro, 43 anos, e Luciano Duarte de Melo, de 39 anos, todos integrantes da seita religiosa.

Mas a polícia não descarta que haja outros envolvidos e, por isso, não pára as investigações

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Deixe uma resposta