Petrobras nega  aumento da Libra que o sindicato daqui estava doido pra dar
Ainda dá pra correr para os postos do Anil e BR-135, em São Luís e pagar R$ 2,499

Petrobras nega aumento da Libra que o sindicato daqui estava doido pra dar

Redação: Zeca da Roça

Ainda dá pra correr para os postos do Anil e BR-135, em São Luís e pagar R$ 2,499

A Petrobras fez uma graça “foster” e diz que não aumentará gasolina agora, apesar do Campo de Libra

Com essa questão do Campo de Libra – que, é bom que se diga,  não é a moeda inglesa -, estava todo mundo se pelando de medo de um novo aumento do preço da gasolina…

Mas, atenção: a presidente da Petrobras,  Maria das Graças Foster, afirmou ontem (23) que a empresa estatal tem recursos em caixa para pagar sua parcela no bônus de assinatura do Campo de Libra – aquele que tem petróleo mais do que catinga de bode -, no valor de R$ 6 bilhões, sem precisar de um reajuste de combustíveis neste momento e, também, sem a necessidade de um aporte de recursos por parte da burra do Tesouro Nacional – controlador da empresa.

Que notícia boa! Mas dona Graça Foster, que tem cara de poucos amigos, até que foi simpática e generosa conosco. Disse a coroa que “ainda não há data fechada para que isso ocorra. Diante da insistência dos repórteres, querendo saber quando será,  ela deu um grito, acompanhado de um murro nos microfones: “Não tem data!” E pronto.

Pois bem. Vou anotar isso para mostrar para o presidente do Sindicato de Revendedores de Derivados de Petróleo  aqui da terrinha que, soubemos, já estava estalando os dedos e mordendo os beiços para paralisar as bombas cartelizadas de todos os postos,  com um preço muito acima dos 3,30 reais.

Já estávamos pensando em perder a boquinha que os postos de gasolina da Ilha do Amor – apenas os localizados na região do Anil, adjacências  e  Br-135 -,  estão oferecendo, com gasolina abaixo de R$ 2,50 – média de 4 litros a cada 10 reais…

Ah! Não custa nada lembrar para os ‘cartelistas’ – não confundir com ‘castelistas’, que é quase a mesma coisa – que  o último reajuste no preço da gasolina aconteceu em janeiro deste ano. Isso o autorizado pela Petrobrás, porque o sindicato daqui tem muito mais autoridade para aumentar – custa a baixar -o combustível quando bem entende…

Por hoje é só. Farei como o Repórter Esso. Voltarei a qualquer momento ou em edição extraordinária. Sempre que algum empresário ganancioso ou um político enganoso quiser aplicar em nós.

 

Tenho dito.

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Deixe uma resposta