Pesquisa Ibobe/CNT: Dilma cai, Aécio e Campos sobem  e segundo turno já são favas contadas
Aécio Neves e Edaurdo Campos: rindo com a queda de Dilma...

Pesquisa Ibobe/CNT: Dilma cai, Aécio e Campos sobem e segundo turno já são favas contadas

O segundo turno das eleições presidenciais já é dado como certo. O que não é mais dado como certo é que a presidenta Dilma Roussef (PT)se reeleja, já que a pesquisa CNT/Ibope divulgada ontem (29) revelou que ela caiu mais de 6 pontos na preferência do eleitorado brasileiro, na pergunta estimulada – ainda lidera com  37% – em relação aos candidatos Aécio Neves (PSDB), que aparece com 21,6%, e Eduardo Campos (PSB), com 11,8%.

Segundo porta-voz do CNT, o  maior fator que levou Dilma a despencar nas pesquisas foi o seu envolvimento com o escândalo da Petrobras. Questões como desemprego e insegurança, além da possibilidade real da inflação disparar, também pesaram fortemente.

Ainda segundo a pesquisa divulgada ontem pela Confederação Nacional do Transporte (CNT), a avaliação do governo da presidenta Dilma Rousseff,  entre fevereiro e abril deste ano, também teve queda acentuada. Há dois meses, 36,4% da população avaliavam positivamente o governo. Em abril, esse percentual caiu para 32,9%. A avaliação negativa do governo, em contraponto, aumentou, alcançando 30,6%, contra os 24,8% da pesquisa anterior. O desempenho pessoal da presidenta também oscilou para baixo, passando de 55% para 47,9%.

Com relação à corrida eleitoral, a presidenta Dilma Rousseff ainda mantém a liderança nas pesquisas de intenção de voto para as eleições

Aécio Neves e Eduardo Campos: rindo com a queda de Dilma…

presidenciais de 2014, com 20,5% nas menções de voto espontâneas, segundo a pesquisa. Na sondagem anterior, em fevereiro, Dilma tinha 21,3% das intenções de voto.

De acordo com o documento, nas intenções de voto espontâneas, a presidenta está à frente de Aécio Neves (9,3%), do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (6,5%), de Marina Silva (4,5%) e de Eduardo Campos (3,6%). Em fevereiro, Aécio tinha 5,6% das intenções; Lula, 5,6%; Marina, 3,5%; e Eduardo Campos, 1,6%.

Para a CNT entendem que o cenário para as eleições deste ano mostram a “arrancada de Aécio Neves e de Eduardo Campos, no momento em que ambos começam a capitalizar votos que a presidente Dilma vem perdendo” e concluem que, “com isso, aumenta-se a possibilidade de segundo turno”.

Para a CNT, a deterioração de índices sociais – saúde, educação e segurança – e a vinculação do governo ao caso da compra da Refinaria de Pasadena pela Petrobras contribuíram para a queda das intenções de voto e a migração para os candidatos da oposição.

Quando a pesquisa pede que o eleitor vote em um cenário em que Dilma concorre com Aécio Neves e Eduardo Campos em primeiro turno, a presidenta alcança 37% das intenções de voto, contra 21,6% e 11,8% dos concorrentes, respectivamente. Em fevereiro, contra os mesmos candidatos, Dilma estava com 43,7% das intenções.

Em um possível segundo turno contra Aécio, Dilma venceria com 39,2% das intenções, contra 29,3% do oponente. Com relação a Eduardo Campos, a presidenta venceria com 41,3%. Caso Aécio Neves e Eduardo Campos se enfrentassem em um segundo turno, Aécio venceria com 31,3% dos votos contra 20,1%.

A pesquisa da CNT ouviu 2.002 pessoas entre os dias 20 e 25 de abril, nas cinco regiões brasileiras, em 137 municípios de 24 unidades da Federação. A margem de erro é 2,2 pontos percentuais.

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Deixe uma resposta