Pesquisa de material escolar do Procon-MA demonstra variação de preço de 660%

Pesquisa de material escolar do Procon-MA demonstra variação de preço de 660%

O Procon-MA pesquisou os preços de 153 itens que constam nas listas de materiais escolares nas papelarias e livrarias estudantis de São Luís. A pesquisa foi realizada entre 28 de dezembro de 2015 e 5 de janeiro de 2016, em 13 estabelecimentos comerciais da capital.

A lista demonstra a variação de preços dos produtos com os menores, maiores e valores médios de venda. São listados itens essenciais da rotina estudantil como lapiseiras, apontadores, borrachas, canetas esferográficas e hidrográficas, cadernos, colas, giz de cera, agendas escolares, mochilas e outros.

Para o presidente do Procon-MA, Duarte Júnior, a pesquisa ajuda o consumidor a economizar. “Com a lista em mãos, o consumidor pode comprar mais barato e economizar na hora de comprar o material escolar dos filhos. A pesquisa também serve como instrumento para evitar abusos de preços”, explica Duarte ressaltando que a política de proteção ao consumidor é uma prioridade do governo Flávio Dino.

Campeões

O maior percentual de variação de preços foi verificado na venda do “Apontador escolar, com depósito, um furo”, da marca “Cis”, que chega a variar 660,00%, vendido entre R$ 0,25 e R$ 1,90 (preço médio de R$ 1,00).

Em segundo lugar, está a lapiseira “Top Cis, 0.7mm, cor azul”, também da marca “Cis”, com 550% de variação, vendida a preços entre R$ 1,00 e R$ 6,50 (preço médio de R$ 4,07).

Na terceira posição, está a lapiseira “Aluno, 0.7mm, cor azul”, da “Compactor”, que varia 333,33%, com menor preço a R$ 1,50 e, maior, a R$ 6,50 (preço médio R$ 4,49).

Principais itens

Outra variação alta é a da régua “Twist’N Flex”, da “Maped”, que obteve 325,50%, sendo vendida a preços entre R$ 2,00 e R$ 8,51 (preço médio de R$ 5,82).

Já na venda da mochila, a maior flutuação de preços é a da “Mochila de Costa, Galinha Pintadinha”, da “Xerius”, com percentual de 238,05% e menor a maior valor de venda de R$ 130,16 e R$ 440,00, respectivamente (preço médio de R$ 216,65).

Entre os cadernos universitários de 10 matérias (200 folhas), a maior volubilidade de preços é o do “Jump”, da marca “Foroni”, com 222,13%, com preços variando entre R$ 9,31 e R$ 29,99 (preço médio de R$ 16,77).

Nas agendas escolares, foi encontrado percentual de variação de 256,16% na “Agenda Princesas, Cinderela, cor azul/rosa, capa dura”, da “Tilibra”, com preço variante entre R$ 9,49 e R$ 33,80 (preço médio de R$ 17,08).

Para conferir a lista completa com os 153 itens pesquisados, acesse www.procon.ma.gov.br.

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Deixe uma resposta