Pela legalização do aborto, ativistas se despem no Congresso espanhol
É uma festa, a nudez pela legalização do aborto

Pela legalização do aborto, ativistas se despem no Congresso espanhol

Madri, 9 out (EFE).- Três ativistas do movimento feminista Femen entraram nesta quarta-feira no plenário do Congresso espanhol seminuas e gritando ‘o aborto é sagrado!’, enquanto o ministro da Justiça, Alberto Ruiz Gallardón, discursava.

As mulheres, com o peito nu, exibiam no tronco o mesmo lema a favor da interrupção voluntária da gravidez.

O governo espanhol deve aprovar em breve uma reforma da lei do aborto que suprimirá a chamada ‘lei de prazos’, aprovada em 2010 pelos socialistas.

A reforma foi criticada por algumas associações feministas, partidos de esquerda e outros grupos sociais.

As ativistas são seguidoras do movimento Femen de origem ucraniana, uma organização feminista cujas militante

É uma festa, a nudez pela legalização do aborto

s recorrem a mostrar seus seios em público como forma de protesto contra o machismo.

As três mulheres, entre elas a líder do movimento Femen na Espanha, Lara Alcázar, estão à disposição da justiça acusadas de alteração da plenária do Congresso.

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Deixe uma resposta