Parceria que deu certo! Carnaval de São Luís foi sucesso de público e segurança

Parceria que deu certo! Carnaval de São Luís foi sucesso de público e segurança

Durante seis dias de  carnaval, passaram pela Passarela do Samba quase 80 agremiações carnavalescas, entre blocos tradicionais e organizados, grupos de tambor de crioula, turmas de samba, tribos de índio, além de 10 escolas de samba, que levaram para o público toda a riqueza das manifestações culturais do Maranhão.  Evento possível através da  Prefeitura de São Luís, por meio da Fundação Municipal de Cultura (Func), com o Governo do Estado.

Em virtude da parceria governo-prefeitura, o Carnaval de 2015 recebeu uma injeção de recursos maior que a de 2014. Este ano foi aplicado R$ 1.700.00,00 milhões, enquanto ano passado a folia de Momo recebeu R$ 600.00,00. Por conta disso, não apenas as escolas de samba receberam fomento, mas também os blocos tradicionais e organizados. “Essa foi uma determinação do prefeito Edivaldo”, ressalta o presidente da Func, Marlon Botão.

A presença maciça do público em todas as noites de folia na Passarela do Samba foi o principal indício do sucesso do Carnaval de Todos, segundo os organizadores do evento. “Nós tivemos participação intensa de foliões, todos os ingressos foram distribuídos e víamos a animação das pessoas com a passagem das agremiações pela avenida”, diz Marlon Botão.

Outra novidade foi a participação da iniciativa privada, com o patrocínio da Ambev por meio de projetos culturais viabilizado pela Lei Estadual de Incentivo à Cultura, já destacada por Ester Marques, e da Associação Maranhense de Blocos Carnavalescos (AMBC), que injetou cerca de um milhão de reais, recurso destinado ao pagamento de apresentações, bem como premiações.

O último dia do Carnaval de Todos foi marcado por desfiles de 11 Blocos Afros. O encerramento da folia de Momo aconteceu com a Trupiada da Ilha, que reuniu os grupos de bumba meu boi do João Paulo, Maioba, Maiobão e Matinha, este último tendo comandado uma homenagem ao cantador Humberto de Maracanã, falecido mês passado em São Luís. Familiares do cantador estiveram presentes na avenida enquanto ele era homenageado como personalidade da cultura popular maranhense pelos 40 anos de dedicação ao bumba meu boi.

Números da Passarela do Samba

. Mais de 60 mil pessoas nos seis dias de passarela
. Mais de 100 grupos na programação da passarela
. 50 comunidades com programação e apoio da Prefeitura
. 753 profissionais diretamente envolvidos no apoio de infraestrutura da Passarela, nos serviços de segurança, saúde, limpeza, vigilância sanitária, trânsito e transporte, entre outros
. 93 atendimentos no hospital de campanha
. 32.400 preservativos distribuídos
. 150 testes rápido de HIV realizados

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Deixe uma resposta