Outra vez, Toledo sobre Ibope: “Mudança” não tem candidato, por enquanto

Outra vez, Toledo sobre Ibope: “Mudança” não tem candidato, por enquanto

A mudança desejada por dois em cada três eleitores não tem cara. Nenhum dos candidatos de oposição conseguiu personificar o desejo de câmbio no governo. A desconexão entre os eleitores insatisfeitos e os presidenciáveis oposicionistas produz uma aparente incongruência: a maior parte declara voto em Dilma Rousseff. Dizem querer mudar, mas votam na atual presidente.

Repete-se o que aconteceu na eleição de presidente há quatro anos, mas com sinais trocados. Em 2010, a proporção era exatamente oposta: dois terços queriam continuidade. Até Dilma tornar-se suficientemente conhecida, grande parte dos eleitores “situacionistas” declarava voto no oposicionista José Serra (PSDB). Isso só mudou a poucos meses da votação.

Por enquanto, Dilma é a cara da mudança, ao menos para 3 em cada 10 eleitores que gostariam de ver tudo ou muita coisa mudar no governo. Dos outros 7 pró-mudança, 44% não têm candidato (votam nulo, em branco ou não sabem responder). Só 18% optam por Aécio Neves (PSDB), e os restantes 9% citam Eduardo Campos (PSB).

Esses eleitores que querem mudança são responsáveis, hoje, por 4 de cada 10 votos em Dilma. Sem eles, a presidente não se reelege. É atrás deles que Aécio e Campos correm atrás, sem sucesso, ao menos por enquanto.

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Deixe uma resposta