Operação remove  barracão irregular construído há 7anos debaixo da Ponte Bandeira Tribuzzi

Operação remove barracão irregular construído há 7anos debaixo da Ponte Bandeira Tribuzzi

Prefeitura retira barracão irregular sob a Ponte Bandeira Tribuzzi

A Subprefeitura do Centro Histórico e a Blitz Urbana realizaram conjuntamente nesta quinta-feira (29), a sétima operação de ordenamento de espaços públicos na região da Camboa, retirando um aglomerado comercial irregularmente instalado sob a ponte Bandeira Tribuzzi há pelo menos sete anos. A operação contou com apoio do Ministério Público do Estado do Maranhão, Superintendência do Patrimônio da União (SPU), e contingentes da Polícia Militar, Polícia Civil e Guarda Municipal.

Segundo o subprefeito do Centro Histórico, Fábio Henrique Carvalho, a ação é uma maneira de dar maior organicidade ao território urbano, evitando proliferação de áreas degradadas. “Havia pela menos 16 pontos comerciais funcionando irregularmente no barracão. Além de uma área que funcionava como depósito e um espaço supostamente utilizado de apoio à prostituição, todos os outros pontos eram de venda de bebida alcóolica”, descreveu Fábio Carvalho, logo após a desmontagem do barracão.

Para o diretor da Blitz Urbana, Antônio Duarte, a operação seguiu rigorosamente o processo administrativo, por recomendação do Ministério Público do Estado do Maranhão, concluído com a notificação dos comerciantes que ocupavam o barracão. “Eles foram notificados e comunicados sobre o prazo para retirada do material. O primeiro prazo, de 72 horas, foi prolongado para que eles providenciassem tudo sem sofrer prejuízo”, afirmou Duarte.

O crescimento desordenando era visto com desconfiança pelos próprios moradores da Camboa. “Há várias denúncias sobre venda de drogas no local”, disse Antônio Duarte.

JARDINAGEM

O subprefeito informou que, até o final desta semana, equipes da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp) vão retirar todo o lixo acumulado por anos a fio pelos comerciantes. “O lixo despejado ali contribuía para elevar a poluição da margem esquerda do rio Anil. Nesse aspecto estaremos contribuindo para recuperar um importante componente de nossa paisagem e meio ambiente”, comemora Fábio Carvalho.

Após a limpeza da área toda, o local vai receber um projeto de jardinagem especialmente planejado pelo Instituto Municipal de Paisagem Urbana (Impur). O presidente do Impur, Luiz Borralho, adiantou que a jardinagem vai privilegiar uma vegetação que proteja o meio ambiente e produza embelezamento da área, além de assegurar o espaço contra novas invasões indevidas. As obras de paisagismo vão reforçar as intervenções que a Prefeitura vem realizando no bairro da Camboa, com requalificações de espaços públicos e construções de praças.

OPERAÇÃO

A operação mobilizou dez viaturas e pouco mais de 30 homens da Blitz Urbana, contingente da Polícia Militar e Polícia Civil, além de duas viaturas da Guarda Municipal da Secretaria Municipal de Segurança com Cidadania. O promotor Cláudio Cabral acompanhou toda a operação. Ele esteve presente em operações anteriores, realizadas na Praça do Pescador e na Praça João Lisboa.

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Este post tem 3 comentários

  1. Renam

    Meus parabéns pela ação, um local como esse não deveria ter funcionado por tanto tempo em nossa cidade.

  2. Ulisses

    Um local irregular que servia para a prática de tudo o que é ruim, estão de parabéns pela atitude de finalmente acabar com esse inferninho.

  3. JÁDER CAVALCANTE

    Quero ver eles terem peito para derrubar o escritório superirregular construído na praça do Ministério da Agricutura, no Diamante.

Deixe uma resposta