O Maranhão da propaganda: “Dá vontade de morar dentro da televisão”, diz deputado.
Othelino Neto corrobora: a propaganda do governo é enganosa

O Maranhão da propaganda: “Dá vontade de morar dentro da televisão”, diz deputado.

O Maranhão da propaganda é um. O Maranhão real é outro. O primeiro é um paraíso. O seguando, o inferno. Pelo menos é o que traduziu, em discurso, o deputado Othelino Neto, corroborando post abaixo aqui do blog, destacando que o secretário de Comunicação Social do Governo Roseana Sarney, Sérgio Macedo, inspira-se  nos preceitos de Joseph Goebbels, ministro da Propaganda de Adolf Hitler, para poduzir as peças fantasiosas da comunicação governamental.

O parlamentar denunciou, ontem 26), na Assemble Legislativa, que o governo Roseana Sarney vem se utilizando de programas e obras federais em propagandas oficiais para benefício próprio. Ele citou como um dos exemplos disso a ampliação do Italuís, que é mostrada como parceria, mas que, na verdade, segundo o parlamentar, “é iniciativa do governo federal, que já era para ter acontecido há muito tempo”.

– Pior é ter a coragem de dizer na propaganda que a duplicação da BR-135, no trecho São Luís-Bacabeira, é patrocinada e bancada pelo Governo do Maranhão – diria o deputado:

“A propaganda teve a coragem de dizer que a ampliação do Italuís é obra do governo do Estado do Maranhão, que

Othelino Neto corrobora: a propaganda do governo é enganosa

está trabalhando todos os dias. Está mais para dizer: mentindo todo dia, porque aquilo ali todo mundo sabe que é obra do Governo Federal”, disparou Othelino Neto.

O deputado citou ainda outra propaganda do governo Roseana que mostra um hospital funcionando plenamente com os médicos estrangeiros do Programa Mais Médicos, lançado pela presidenta Dilma Rousseff, com sonora de uma médica cubana, falando em portunhol.“Mais uma vez, utilizando-se de um programa federal para dizer que o governo está trabalhando. Essa foi a propaganda de quarta-feira”, frisou.

Apropriação de obras – Segundo Othelino, na sexta-feira (22) passada, foi a vez do governo Roseana tentar se apropriar da duplicação da BR-135, na saída de São Luís, colocando propaganda, novamente, parceria com o governo federal. “O descaramento chegou ao limite. Não tendo o que mostrar, o governo do Estado se apropria dos programas federais, das obras federais. Quer dizer, agora não tem mais nem o mínimo de pudor para ficar tentando desinformar a população do Maranhão”, disse.

O deputado observou ainda que, de fato, quem olha a propaganda e não conhece o Maranhão vai ficar muito bem impressionado. “Vai querer até morar no Estado. E nós, que conhecemos a realidade, ficamos até com vontade de morar dentro da televisão que mostra a propaganda”, finalizou Othelino Neto.

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Este post tem 4 comentários

  1. Luma Maranhão

    Isso chega a ser nojento.Nós, maranhenses não merecemos 50 anos de pobreza e miséria, e ainda por cima, tendo que “ouvir” tanta mentira.

    1. José Machado

      Tem outro post sobre o assunto… “Sérgio Macedo, secretário de Roseana Sarney, faz propaganda como Goebbels, ministro de Hitler”.Obrigado pelo acesso.

  2. José

    Inaceitável tal atitude do governo,dizendo que o Maranhão é o estado que mais cresce no nordeste.Isso mostra que a TV passa muita coisa fictícia mesmo kk

    1. José Machado

      Verdade, Igor. Mas não há pudor algum para tais afirmações fantasmagóricas… rsrsrsrs

Deixe uma resposta