Monteiro solta nota sobre o PED do PT, preocupado com a “boca” de Washington
Washingtom ainda dependeria do PED do PT para ser conselheiro do TCE?

Monteiro solta nota sobre o PED do PT, preocupado com a “boca” de Washington

Washingtom ainda dependeria do PED do PT para ser conselheiro do TCE?
Monteiro solta nota, preocupado com ele e o ‘companheiro’ Washington.

O presidente estadual do Partido dos Trabalhadores, Raimundo Monteiro, insiste que não haverá 2º turno no Processo de Eleições Diretas (PED) da legenda, segundo nota que divulgou ontem à noite (20)

A nota ocorreu por conta da cobrança de uma posição por parte de filiados do PT e da mídia, já que Monteiro se autoproclamou vencedor do 1º turno, mas a Comissão Eleitoral rejeitou o resultado, apontando para a realização do segundo turno do PED.

A nota também foi divulfada pelo fato de que a indefinição do processo está ligada à nomeação do vice-governador Washington Oliveira (PT) para exercer o cargo vitalício de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado.

Como tudo no PT do Maranhão acaba em confusão, o abaccaxi foi bater em Brasília, para a Executiva Nacional descascar – a proclamação do resultado -, o que é esperado para ocorrer a qualquer momento.

A nota de Raimundo Monteiro, que tenta a reeleição como presidente estadual do PT no Maranhão, joga para a Comissão de Organização Eleitoral (COE) do Processo de Eleições Diretas do PT (PED) as “dificuldades” criadas para atrasar o conhecimento do resultado definitivo.

Esse atraso quase pôs areia na “engenharia política” do Grupo Sarney, que pretende afastar o vice-governador Washington Oliveira (PT) do cargo, dando-lhe de “consolo” o cargo de conselheiro vitalício do Tribunal de Contas do Estado, com salário de quase 30 mil reais, a fim de dar “tranquilidade” a Roseana Sarney para deixar o governo e disputar a única cadeira do Maranhão no Senado Federal.

Já que o PT de Washington Oliveira foi quem, por conta de acordo, indicou-o para concorrer na eleição de 2010 como vice na chapa de Roseana Srney, o cargo de conselheiro é a compensação do PMDB do grupo Sarney ao PT.  Mas alguns filiados do PT, inclusive aliados de Washington, acham que o cargo vitalício só resolver a vida dele, e não a do partido, que sofreira desgastes políticos por isso.

Com caminho limpo, Rsoeana Sarney renunciaria ao cargo  de governadora em abril. Assumiria o presidente da Assembléia, deputado Arnaldo Melo. Eleições indiretas (tendo como eleitores os 42 deputados estaduais da AL) seriam realizadas no prazo de 30 dias. Dependendo da “engenharia” do grupo Sarney, Arnaldo Melo, Max Barros ou o atual secretário de Infraestrutura e pré-candidato a governador Luís Fernando Silva, seria o eleito, já que o Governo Roseana tem maioria absoluta no Poder Legislativo.

Caso tudo isso ocorra, e Luiz Fernando seja o eleito governador pela Assembléia Legislativa para um mandato de nove meses, ele concorreria  a um novo mandato, no cargo. Há, porém, no seio do clã Sarney, pedras no caminho de Luís Fernando para esse projeto.

Alguns de lá acham que ser eleito governador biônico é uma catinga muito forte a impedir o sonho de Luís Fernando – e dos Sarneys – de ser o governador

A NOTA DE MONTEIRO

“Tendo em vista a realização do Processo de Eleições Diretas (PED 2013) no Estado do Maranhão, no último dia 10, e diante da dificuldade da Comissão de Organização Eleitoral (COE) em concluir os trabalhos de apuração e proclamação do resultado, faz-se necessário esclarecer que:

Todo o processo foi remetido à Direção Nacional que deve se manifestar nos próximos dias, proclamando o resultado das eleições internas do PT no Maranhão, com base nas atas de apuração oriundas dos municípios. A reunião da Executiva Estadual realizada, na última terça-feira, 19, aprovou o relatório que será apreciado pela Executiva Nacional.

Portanto, ao contrário do que está sendo divulgado por um dos candidatos que concorreu ao PED 2013, comunico que no próximo domingo (24) não haverá 2º turno para escolha de presidente estadual do Partido dos Trabalhadores.

Conclamo a militância petista dos municípios de São Luís, Humberto de Campos, Caxias, São Luiz Gonzaga, Centro Novo do Maranhão, Viana e Timon, a participar com afinco das eleições para escolha dos presidentes dos Diretórios Municipais.

São Luis, 20 de novembro de 2013.

Raimundo Monteiro

Presidente do PT/MA

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Este post tem 3 comentários

  1. Epaminondas

    Geeeente!!!! Isso aee é muita palhaçada. Esse senhor Macaxeira tem notorio saber, é capacitado, só porque roseana quer se livrar dele tem que ir para esse alto cargo? coisas da família oligarcica…

  2. Bruna

    Sei não. Sou universitária, e ainda muito jovem. Parece até que estamos com ciúmes, mas não é não. Isso que acontece na politica do Maranhão é fora de propósito. Esses que estão no poder fazem o que querem com o nosso dinheiro. Onde já se viu dar emprego com salário alto para quem não tem competencia? Com esse curriculo como é que esse cidadão vai se comportar como julgador das mazelas dos agentes públicos. O TCE serve prá que?

  3. Kartágenes

    Falou em inveja, né? Pois é só inveja porque o companheiro Washington é um predestinado, um vencedor, que não vai pensar só nele e deixar o PT e os companheiros na mão. O resto tudo é palavra de perdedor.

Deixe uma resposta