Modernização – Flávio Dino entrega Centro de Controle inédito no Porto do Itaqui

Modernização – Flávio Dino entrega Centro de Controle inédito no Porto do Itaqui

Governador entrega inédito sistema de controle no Itaqui (Gilson Teixeira)

O governador Flávio Dino entregou na quarta-feira (06) um inédito Centro de Controle Operacional (CCO) no Porto do Itaqui, colocando o empreendimento numa nova fase de atuação. Além disso, também foi lançado o edital para a construção de um novo berço no porto. São nesses berços que os navios atracam para fazer carregamentos e descarregamentos.

As duas medidas fazem parte do crescimento acelerado e sustentado que o porto tem vivido nos últimos dois anos e meio. “É mais um passo para a modernização do Porto do Itaqui. Trazemos segurança para as operações realizadas no ponto do Itaqui. O nosso porto é cada vez mais demandado e tenho certeza que continuará sendo”, disse o governador.

O novo berço do Porto do Itaqui terá 270 metros de comprimento, 40 metros de largura, profundidade de 15 metros e será dedicado a carga geral e granéis sólidos. “São obras importantes que vão gerar empregos, vão exigir grande necessidade de recursos humanos num grande momento de dificuldade para o Brasil”, afirmou o presidente da Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap), Ted Lago, responsável pela gestão do porto.

O Centro de Controle agora conta com seis postos de monitoramento para acompanhar, por meio de rádio e imagens, as operações no porto em tempo real. A equipe de operações pode controlar a programação de navios e cargas no Porto do Itaqui por um painel digital (videowall).

Entre as outras tecnologias que serão incorporadas ao novo controle, estão o acesso por biometria, automação de portarias e balanças. A instalação de rádios digitais em estações fixas e móveis, ampliando a área de cobertura, também fazem parte das tecnologias incorporadas.

Mais estrutura
O edital para a construção do Berço 98 vai representar uma melhora significativa da estrutura do porto. Será a maior obra do Governo em volume de recursos, realizada 100% com caixa próprio. “Isso significa que a empresa tem sido bem gerida. Isso é especialmente significativo nesse momento do Brasil; haverá grande geração de empregos do porto do Itaqui”, afirmou Flávio. A obra deve gerar cerca de 300 empregos diretos e 150 indiretos.

O novo berço do Porto do Itaqui terá 270 metros de comprimento, 40 metros de largura, profundidade de 15 metros e será dedicado a carga geral e granéis sólidos. “São obras importantes que vão gerar empregos, vão exigir grande necessidade de recursos humanos num grande momento de dificuldade para o Brasil”, afirmou o presidente daEmap), Ted Lago.

“O que temos feito é adotar a mesma responsabilidade fiscal e de gestão que o governador tem adotado no Estado, que paga seus salários em dia e até mesmo antecipados, além de continuar fazendo investimentos”, acrescentou Lago.

Governador Flávio Dino com  técnicos do Centro de Controle Operacional do Itaqui (Gilson Teixeira)

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Deixe uma resposta