“Me ofereceram R$ 60 mil por uma noite”, diz a  drag maranhensePabllo Vittar

“Me ofereceram R$ 60 mil por uma noite”, diz a drag maranhensePabllo Vittar

Sem a maquiagem e os looks poderosos, Vittar é Phabullo Rodrigues da Silva Araujo. Um jovem que já levou prato de sopa na cabeça na fila da merenda e, mais tarde, perdeu oportunidades profissionais por causa do preconceito.

Vittar relembrou a dificuldade em conseguir trabalho por conta de sua aparência. “Nunca consegui emprego em loja de shopping, por exemplo. Trabalhei como cabeleireiro e no telemarketing das empresas, em que eu só usava a voz, ninguém precisava me ver”, disse.

Um dos trechos mais polêmicos da conversa foi sobre um convite para se prostituir. Pabllo admitiu ter recebido “propostas indecentes”.

“Um cara estava disposto a pagar R$ 60 mil por uma noite comigo. Não aceitei. Respeito muito a minha drag e tudo o que eu conquistei por meio dela”, relatou.

A entrevista completa pode ser lida aqui .

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Deixe uma resposta