Marrapá! O jogo de chantagem sobre Eliziane Gama
Deputada Eliziane: no meio de um jogo de cooptação político-partidária...

Marrapá! O jogo de chantagem sobre Eliziane Gama

O desespero do grupo Sarney tem levado a um jogo de chantagens para todos os lados. Sem argumentos para convencer qualquer pessoa sobre a sua pretensão de se eternizar no poder, reina no comando da oligarquia uma orientação de partir para o jogo sujo.

Roseana chantageia Arnaldo Melo, ameaçando ficar no governo até o fim do ano, e não entregar o cargo para ele. Já Luís Fernando chantageia Roseana e os deputados do grupo, ameaçando desistir se não virar governador no “tapetão” via eleição indireta. Ao mesmo tempo, o comando sarneysista manda Gastão Vieira se lançar senador, para inviabilizar as pretensões de Edinho Lobão.

Porém a chantagem mais cruel está sendo feita contra Eliziane Gama. Esquecendo-se das origens da deputada, vinculada ao campo anti-sarney, o grupo do poder não se cansa de fazer ofertas “generosas” (partidos para coligar, estrutura etc).

E desde a semana passada fazem, nos blogs que obedecem ao grupo Sarney, postagens obsessivas e reiteradas, tentando emparedar a deputada e impedir que ela siga ao lado da oposição, o que seria a opção mais natural diante de sua militância histórica ao lado do grupo.

O jogo de pressão sobre Eliziane é tão descarado que acaba tendo o efeito inverso: vai aumentando o repúdio entre os seus apoiadores às chantagens oriundas do Palácio dos Leões.

O certo é que cada vez mais a pré-campanha de Luís Fernando vai ficando enrolada em um ciclo vicioso: baixos percentuais nas pesquisas; eventos esvaziados no interior; intrigas e chantagens sem fim. E o tempo vai passando… (Marrapá)

Deputada Eliziane: no meio de um jogo de cooptação político-partidária…

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Deixe uma resposta