Marina Silva mostra que não quer o poder pelo poder…

Marina Silva mostra que não quer o poder pelo poder…

.Derrotada pela justiça eleitoral de ocasião, sabidamente palaciana,  a ex-senadora Marina Silva não conseguiu registrar o seu propalado partido Rede da Sustentabilidade, ou simples mente REDE.

 Bem colocada nas pesquisas de opinião, logo se via que ela seria uma pedra no sapato de Dilma Roussef e Lula.

 Está mais do que sabido que a espionada de Barack Obama estava incomodada com o sucesso de Marina na mídia – o que se traduziria em votos, em 2014.

 Muitos se apressaram em oferecer a Marina uma legenda para que ela fosse candidata a presidente da República. Teriam a certeza do sucesso partidário e eleitoral, Brasil a fora.

 Então, ela surpreendeu a muitos. Preferiu embarcar ,  projeto de poder mais lúcido e consistente em que não será  o astro principal de uma constelação de estrelas.

 O PSB de Eduardo Campos é o caminho mais promissor para se chegar a um Brasil com uma nova cara. Sem Dilma, Lula, Sarney, Renam…

 A mim, Marina surpreendeu positivamente. Mostrou que seu projeto político não é pessoal. Não quer o poder pelo poder, mas apenas contribuir para melhorar o Brasil.

 O importante é que ela já construiu uma rede do tamanho do seu país, que conseguiu chamar  a atenção para as mazelas mais graves da nação.

 Por isso, é uma estrela de brilho próprio. Que, com sua luz, vai iluminar mentes e corações do povo brasileiro, especialmente dos cidadãos que se inquietam e vão às ruas, em procissão, também tentando melhorar  o seu país.

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Deixe uma resposta