Lei do GDF pune quem fabricar e comercializar armas de brinquedo

Lei do GDF pune quem fabricar e comercializar armas de brinquedo

armas de brinquedo agora são proibidas no DF

Proibição deve reduzir incitação ao crime…

O governo do Distrito publicou nesta segunda-feira (23) uma lei que proíbe a fabricação e a venda de armas de brinquedo.

Quem desobedecer poderá ser multado em até R$ 100 mil, ter as atividades suspensas temporariamente e até perder a licença para o funcionamento.

As lojas terão que fixar cartazes informando que não trabalham com esse tipo de produto.

A lei proíbe todo tipo de arma de brinquedo. Desde as que imitam um revolver de verdade até aquelas que disparam balas, bolinhas, espumas, luzes a lazer, que produzam sons ou que projetam qualquer substância que faça associação a armas de fogo.

A lei, que ainda precisa ser regulamentada, deve entrar em vigor em julho do ano que vem e só vale para o Distrito Federal. No Congresso existe uma proposta semelhante que, se for aprovada, valeria para todo o Brasil.

As informações são do G1

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Deixe uma resposta