Justiça cassa mandato da prefeita de Coroatá, Teresa, esposa de Ricardo Murad, que ficou inelegível
A família Murad cai em desgraça, em Coroatá

Justiça cassa mandato da prefeita de Coroatá, Teresa, esposa de Ricardo Murad, que ficou inelegível

A Justiça cassou na quinta-feira (13) o mandato da prefeita de Coroatá, Teresa Murad, e a vice, Neuza Muniz, por abuso de poder político e econômico. A juíza Josane Braga, da comarca de Coroatá, acatou os argumentos da coligação “Coroatá crescendo com liberdade” pelos abusos da campanha de 2012 que teriam sido cometidos pelo marido da prefeita, o secretário estadual de saúde, Ricardo Murad.

Na decisão, a juíza torna inelegíveis Teresa e o marido Ricardo Murad por oito anos. A sentença determina o afastamento imediato de Teresa do cargo, com a posse do presidente da Câmara Municipal interinamente. Uma nova eleição terá que ocorrer em um prazo de 40 dias.

Durante a campanha eleitoral, Ricardo Murad abriu 13 poços artesianos em pontos estratégicos de Coroatá, que depois foram totalmente abandonados antes da conclusão das obras.

Outra que deve ter o mandato cassado é a filha do casal, Andréa Murad, eleita deputada estadual em outubro. Durante a campanha eleitoral, ela postou fotos no Facebook onde aparece, ao lado do pai, pedindo votos para médicos, pacientes e funcionários das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e hospitais da rede estadual.

A lei eleitoral não permite que equipamentos públicos sejam utilizados para fins de campanha política e os infratores podem responder por abuso de poder econômico, sujeitos à declaração de inelegibilidade por oito anos e até mesmo à cassação do diploma.

A família Murad cai em desgraça, em Coroatá

Também há suspeitas da distribuição de convênios para estradas vicinais e repasses diretos da Secretaria de Saúde do Maranhão em favor de municípios em que os prefeitos pediram votos para a filha de Ricardo e Tereza Murad.

Cabe agora ao Ministério Público denunciar os abusos.

Com informações do blog do Garrone.

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Deixe uma resposta