Jovem preso em operação contra Baleia Azul fez ao menos 30 vítimas

Jovem preso em operação contra Baleia Azul fez ao menos 30 vítimas

Matheus foi levado para a Cidade da Polícia, no Jacaré
Matheus foi levado para a Cidade da Polícia, no Jacaré – Extra/Agência O Globo
Matheus Moura da Silva, de 23 anos, preso nesta terça-feira, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, por policiais da Delegacia de Repressão a Crimes de Informática (DRCI)m confessou ter feito 30 vítimas no jogo Baleia Azul, porém há indícios de que ele teria feito até 40 vítimas.

Matheus foi detido no bairro Nova Era como parte da operação Aquárius, deflagrada para cumprir mandados de prisão e de busca e apreensão, expedidos pela Justiça, contra os responsáveis pelo Baleia Azul. Ele foi levado para a Cidade da Polícia, no Jacaré, na Zona Norte do Rio. A operação também tenta cumprir mandados de prisão e de busca e apreensão em 20 municípios de nove estados do Brasil, incluindo o Rio de Janeiro.

Márcio Santos, policial e especialista em informática, Daniela Terra, delegada titular da DRCI e Fernanda Fernandes, delegada adjunta participam de coletiva
Márcio Santos, policial e especialista em informática, Daniela Terra, delegada titular da DRCI e Fernanda Fernandes, delegada adjunta participam de coletiva –  Foto: Fabiano Rocha / Agência O Globo

Durante coletiva de imprensa, a polícia informou que está investigando 10 pessoas e curadores de outros estados estão sendo identificados. Os agentes também informaram que todas as vítimas que chegaram até a DRCI foram encaminhadas para acompanhamento psicológico para evitar que continuassem ou entrassem no jogo. A delegacia especializada conseguiu chegar a 15 vítimas do Baleia Azul.

O jogo da Baleia Azul, que se tornou motivo de preocupação em diferentes países, consiste em uma série de 50 desafios diários enviados ao participante por um “curador”. Há desde tarefas simples como desenhar uma baleia azul numa folha de papel até outras muito mais mórbidas, como cortar os lábios ou furar a palma da mão diversas vezes. Como desafio final, o jogador deve se matar.

Esse jogo é hoje o maior perigo para crianças e adolescentes que usam livremente a Internet, em todo o mundo.

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Deixe uma resposta