Jovem  flagrada correndo nua em parque vai para clínica  psiquiátrica. “Só quero liberdade”, diz ela
E o pássaro é capturado e colocado na gaiola - era uma fêmea...

Jovem flagrada correndo nua em parque vai para clínica psiquiátrica. “Só quero liberdade”, diz ela

E o pássaro é capturado e colocado na gaiola – era uma fêmea…

Em busca da liberdade, jovem é presa e encaminhada para a psiquiatria

Ela passou a tarde em atendimento em um posto de saúde de Porto Alegre.
Cena inusitada chamou a atenção dos frequentadores do Parcão.

Ela disse que só queria exercitar a sua liberdade. Liberdade de ir e vir.Liberdade de se exibir tal e qual veio ao mundo,. “Só quero ser livre. Gostaria de voar”, teria dito aos policiais. Mas tudo isso foi sonho de uma noite de quimera. A mulher que foi flagrada correndo nua e descalça em um dos parques mais tradicionais de Porto Alegre, a capital do Rio Grande do Sul,  foi encaminhada para uma clínica psiquiátrica na noite desta quinta-feira (30). Após ser levada em uma viatura da Brigada Militar, ela passou toda a tarde em um posto de saúde do bairro IAPI, que possui um plantão de emergência de saúde mental.

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) não divulgou o local para onde a paciente foi levada. A Brigada Militar não chegou a registrar ocorrência sobre o fato.

A cena inusitada, que surpreendeu os frequentadores do Parque Moinhos de Vento, o Parcão, ocorreu por volta das 11 horas desta quente manhã  da capital dos Pampas – que ardia sob um sol de 40 graus. Segundo a Secretaria de Saúde, a mulher tem aproximadamente 30 anos e mora em Porto Alegre. Os pais foram contatados pela Pasta e disseram que ela tem problemas psicológicos e já conta com acompanhamento médico.

Além de ser ponto de encontro dos gaúchos, o Parcão reúne praticantes de corrida e caminhada. Ao ser alertada por pessoas que estavam no parque, a Brigada Militar foi até o local, a abordou e a levou até a unidade de saúde. Segundo testemunhas, os policiais usaram um lençol do posto para enrolar a mulher e levá-la para atendimento.

Com foto e informações do G1 de Porto Alegre e da Rádio Pampas

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Deixe uma resposta