Jornalista cria Jogo da Lava-Jato inspirado em personagens investigados na operação

Jornalista cria Jogo da Lava-Jato inspirado em personagens investigados na operação

A Operação Lava-Jato ganhou um novo desdobramento: inspirou um jogo de cartas, em que o objetivo final é prender o maior número de envolvidos influentes no maior esquema de corrupção do Brasil. Desenvolvida pelo jornalista Luiz André Alzer e com ilustrações de Renato Machado, a brincadeira traz 72 cartas: 36 de “Réus” e 36 de “Decisões da Justiça”. O objetivo é prender o maior número possível de personagens que tenham praticado os mais diferentes crimes.

Os “Réus” foram baseados em figuras reais investigadas na Lava-Jato, como políticos, empreiteiros, empresários e doleiros. Cada um traz as denúncias que pesam sobre ele, suas conexões com outros personagens e a propina que movimentou.

Já as cartas de “Decisões da Justiça” determinam os movimentos do jogo e trazem termos bem conhecidos na Lava-Jato, como “delação premiada”, “foro privilegiado” e “condução coercitiva”. Cada partida pode ser disputada por até quatro jogadores.

Conheça as cartas do Jogo da Lava-Jato

Alzer, que já criou jogos de tabuleiro como Desafio Carioca e O Jogo do Vinho, levou dois meses para desenvolver O Jogo da Lava-Jato. Pesquisando informações sobre todos os envolvidos no esquema, reuniu esses dados em 36 personagens. Muitos são a fusão de mais de um denunciado. E há ainda políticos da ficção, como o deputado Justo Veríssimo e o prefeito Odorico Paraguaçu, já que o jogo é uma grande brincadeira.

— O jogo é divertido e muito atual, porque foi feito em tempo real. E pode ganhar novas cartas conforme forem sendo apresentados novos réus — conta Alzer.

  Os desenhos ficaram por conta de Renato Machado, cartunista premiado. Para desenhar cada um dos réus, ele buscou inspiração em personagens fictícios e reais, e também se debruçou sobre a lista de apelidos de políticos nas planilhas das empreiteiras.
— Transformei os personagens em pequenos cartuns, e as pessoas reconhecem dentro do contexto — explica Machado. O jogo terá lançamento nacional neste domingo, com lançamento no jornal EXTRA no Estado do Rio.
— Quem sabe futuramente a gente também lance em outros estados — planeja Alzer.

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Deixe uma resposta