Humberto Coutinho forma chapa e consolida eleição para a presidência da  Assembleia Legislativa do MA

Humberto Coutinho forma chapa e consolida eleição para a presidência da Assembleia Legislativa do MA

A disputa pela  Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Maranhão  já está praticamente definida. Humberto Coutinho forma a chapa e consolida eleição neste   domingo (01). A única dúvida está na terceira secretaria, pois o convite foi feito ao deputado estadual reeleito César Pires (DEM). Caso Pires não aceite o convite, o indicado será Léo Cunha (PSC), também do mesmo Bloco Parlamentar que é liderado por Alexandre Almeida (PTN).

Na quarta secretaria,  existe também a possibilidade de o deputado estadual eleito Edivaldo Holanda (PTC) abrir mão da vaga para um aliado descontente, tudo em nome da unidade.  Mas a vaga foi mesmo oferecida  ao petecista. Veja abaixo a chapa que deverá vencer as eleições.

Presidente – Humberto Coutinho (PDT)
Primeiro vice-presidente: Othelino Neto (PCdoB)
Segundo vice-presidente: Glalbert Cutrim (PRB)
Terceiro vice-presidente: Graça Paz (PSL)
Quarta vice-presidente: Francisca Primo (PT)
Primeira secretaria: Edilázio Júnior (PV)
Segunda secretaria: Carlinhos Florêncio (PHS)
Terceira secretaria: César Pires (DEM) ou Léo Cunha (PSC)
Quarta secretaria: Edivaldo Holanda (PTC)

Com informações do blog Jorge Aragão

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Este post tem um comentário

  1. cesar augusto jansen

    Domingo, seremos substituídos por 42 deputados. Os autênticos e os oportunistas profissionais, enfim, uma tragédia !

Deixe uma resposta