Homem desconfiado mata a noiva a tiros  no pátio da montadora em que ela trabalhava
Os dois corpos estendidos no pátio da montadora antes da chegada da polícia - o homicida está gravíssimo.

Homem desconfiado mata a noiva a tiros no pátio da montadora em que ela trabalhava

A violência contra mulher já bate recorde este ano em todo Brasil… Esta semana (tarde de quarta-feira, 26), uma funcionária da Volkswagen foi morta pelo marido com quatro tiros no pátio da fábrica de São Bernardo do Campo, Grande ABC, na tarde de (quarta-feira, 26).

Segundo informações da Polícia Militar, o homem teria efetuado os disparos contra a mulher e depois dado um tiro dentro da própria boca. Ela morreu na hora e ele foi socorrido ao Pronto Socorro Central de São Bernardo.

Em nota, a Volkswagen diz lamentar profundamente o ocorrido e informa que “está prestando todo apoio aos familiares da funcionária e colaborando com as autoridades na investigação da ocorrência”.

O caso deverá ser registrado no 3º Distrito Policial da cidade. A violência contra mulher já bate recorde este ano em todo Brasil…

CRIME PASSIONAL

A polícia investiga se o crime foi passional, pois ele teria falado em traição antes de atirar na jovem.

O suspeito, Márcio Ferreira de Souza, de 34 anos, aproveitou o fim do expediente e entrou de carro no estacionamento da montadora de veículos, na qual Natália Martins de Andrade, de 28 anos, trabalhava.

Os dois corpos estendidos no pátio da montadora antes da chegada da polícia – o homicida está gravíssimo.

Ainda não se sabe como Souza entrou na empresa.

Natália e uma colega foram abordadas antes de entrar no carro.

Souza teria falado em traição por parte da namorada, mandou a amiga de Natália se afastar e atirou quatro vezes na vítima.

Os tiros acertaram as costas e o peito de Natália. A jovem, que trabalhava no setor administrativo da montadora, morreu na hora.

Em seguida, Souza atirou na própria boca. No entanto, ele sobreviveu ao disparo que acertou o céu da boca e foi levado ao hospital em estado gravíssimo.

O casal namorava havia quatro anos. Testemunhas ouvidas pela polícia disseram que Souza, nos últimos tempos, apresentava um comportamento depressivo.

Em nota, a Volkswagen diz lamentar profundamente o ocorrido e informa que “está prestando todo apoio aos familiares da funcionária e colaborando com as autoridades na investigação da ocorrência”.

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Este post tem 2 comentários

Deixe uma resposta