Greve – Edivaldo mantém postura firme de não aumentar passagem
Prefeitura destaca o péssimo estado de conservação de muitos dos coletivos que rodam em são Luís...

Greve – Edivaldo mantém postura firme de não aumentar passagem

POSTADO NO BLOG DO JOHN CUTRIM

O prefeito Edivaldo Holanda Júnior mantém uma postura firme em não permitir que a população de São Luís seja penalizada com aumento de passagens. O chefe do executivo garante que não vai ceder à pressão de setores que defendem um reajuste exorbitante na tarifa, prejudicial aos usuários.

Antes de qualquer discussão, é necessário primeiro salientar que o serviço de transporte público, em São Luís, oferecido pelos empresários é de péssima qualidade. Não há conforto, segurança, cumprimento de horários, um desrespeito diários aos cidadãos, não justificando dessa forma proposta aventada de cobrança de R$ 2,70 na passagem.

Sabendo dessa possibilidade, a população já mandou recado aos empresários de que caso isso venha acontecer, irá às ruas protesta

No intuito de dar fim aos transtornos gerados pela greve, a gestão municipal tem tido participação ativa em intermediar, junto aos sindicatos patronal e de trabalhadores, uma solução para a greve.

Conversações estão avançando para entendimento em por fim à paralisação de motoristas e cobradores de ônibus, garantindo a normalidade do transporte para a população.

Paralelo a isso, a Prefeitura de São Luís adotará medidas imediatas para garantir o equilíbrio do sistema de transportes.

Durante a audiência de conciliação do dissídio coletivo de greve dos rodoviários no Tribunal Regional do Trabalho (TRT

Edivaldo quer que ônibus voltem a circular sem o reajuste de preços pleiteado

Prefeitura destaca o péssimo estado de conservação de muitos dos coletivos que rodam em são Luís…

), a Prefeitura reforçou proposta para recuperação do sistema de transporte público de São Luís. Entre as medidas da reestruturação estão a suspensão da domingueira, o combate sistemático do transporte clandestino e a instalação da biometria facial.

Unidas, as três medidas representam um impacto total de mais de R$ 1,7 milhão no orçamento para os empresários do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de São Luís (SET). A este valor seria ainda acrescentada a economia com o combustível, a partir da redução da alíquota do ICMS de 17% para 7%, apresentada pela Secretaria de Estado de Infraestrutura (Sinfra), durante audiências entre rodoviários e SET no Ministério Público do Trabalho (MPT).

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Deixe uma resposta