Governador Flávio Dino fala em investigar participação de políticos em ataque a índios

Governador Flávio Dino fala em investigar participação de políticos em ataque a índios

 

Pelo menos 13 indígenas foram feridos no Maranhão

Deputado que estava no local nega envolvimento

O governador do Maranhão, Flávio Dino também apura se políticos instigaram ou não atos de violência, pois isso também é inadmissível.Valter Campanato/Agência Brasil

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PC do B), anunciou por meio de sua conta no Twitter que investiga a possível participação de políticos no ataque a indígenas em uma aldeia de Viana, no interior do Estado.

O Cimi (Conselho Indigenista Missionário) acusa o deputado federal Aluísio Mendes (PTN-MA) de incitar o movimento contra os indígenas. Ao Poder360, ele confirmou que estava na região no momento do ataque, mas para acompanhar uma comitiva de avaliação da situação do local.

“Eu rechaço essa acusação. Desde o ano passado, tenho alertado sobre a inércia e a inoperância da Funai [Fundação Nacional do Índio] quanto a esse assunto. Era uma tragédia anunciada. Refuto qualquer acusação”, declarou.

De acordo com o deputado, equipe da Polícia Federal o acompanhava para informar ao Ministério da Justiça à direção da corporação sobre o quadro de disputas territoriais em Viana.

No ataque, pelo menos 13 pessoas ficaram feridas, sendo que 1 teve as mãos decepadas. O número de vítimas pode ser maior, já que durante o ataque, muitos fugiram para a mata.

O CONFLITO E DEMARCAÇÕES

Sobre o conflito, Dino alega que o governo do Estado não tem responsabilidade de demarcar de terras, conforme postou no seu  twitter

 O governo do Estado não é responsável legalmente por conflitos envolvendo supostas terras indígenas. Competência federal, diz a Constituição

Aos que desejam que o governador decrete e demarque terras como indígenas, esclareço: não posso, segundo a Constituição. Só Governo Federal

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Deixe uma resposta