Gonçalves Dias, nosso poeta maior: “A vida é combate que aos fracos abate…”
O poderio político e financeiro do Grupo Sarney x a honestidade e simplicidade do Instituto Data M...

Gonçalves Dias, nosso poeta maior: “A vida é combate que aos fracos abate…”

Tive de atender ao apelo de um filho, que precisa de mim, para me ausentar de São Luís.

O poderio político e financeiro do Grupo Sarney x a honestidade e simplicidade do Instituto Data M…

Eduardo Augusto, estudante de Relações Internacionais, pela Universidade Federal dos Pampas, termina a sua graduação com 21 anos e necessita  operar a sua  pós-graduação.

Vim ao Rio Grande do Sul fazer o “balanço” de sua estada aqui, onde chegou aos 17 anos, após o vestibular que o aprovara para esse curso.

Possivelmente, deixará os gaúchos e se integrará aos paulistas nos seus cursos de pós – mestrado e doutorado. Apesar da sua desenvoltura e independência pessoal, chega uma hora em que precisa do pai por perto para acertar os passos futuros.

Não podia lhe faltar. Mas sei que o mais indicado seria permanecer no Maranhão para estar atento às artimanhas do Grupo Sarney que tenta, da maneira mais sórdida e covarde possível, aniquilar com o instituto de pesquisas Data M e seu diretor, este que vos escreve neste blog.

Como sabido, o grupo oligárquico que há quase 60 anos manda no Maranhão quer o fígado e o coração do instituto que ousou fazer pesquisas no Estado  e divulgar os números estatísticos encontrados no campo. Infelizmente, para eles e para mim, os índices de aceitação do governo estadual  e dos pré-candidatos do grupo ao governo e ao senado, por parte da população, não foram os esperados. Por eles.

Mas logo estarei de volta ao meu querido e amado Maranhão. Para me defender, como um time em que só a vitória interessa para ganhar o campeonato.

Nesse caso, a melhor defesa não teria  que ser o ataque?

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Deixe uma resposta