Fugitivo de Pedrinhas, o perigoso “Chocolate” é preso em Teresina, onde matou mais três
O homicida fugitivo "Chocolate" é preso no Piauí e trazido de volta para Pedrinhas...

Fugitivo de Pedrinhas, o perigoso “Chocolate” é preso em Teresina, onde matou mais três

O foragido da justiça Reinaldo Costa Araújo, conhecido como ‘Chocolate’, foi preso nesta segunda-feira (26) em ação conjunta das forças policiais do Maranhão e do Piauí.

Reinaldo estava foragido do complexo prisional da capital maranhense e foi encontrado no Piauí. O mandado de prisão foi expedido pelo juiz da 1ª Vara do Tribunal do Júri de São Luís, Ernesto Guimarães Alves.
Segundo o delegado Antônio Valente, da Delegacia Regional de Timon, Reinaldo Costa estava preso pela acusação de homicídio e, em Teresina (PI), ele é suspeito de ter assassinado três pessoas:

– “Ele já vinha sendo monitorado pela equipe e, inclusive, tentou matar um desafeto em Timon”, explicou o delegado.
Reinaldo será transferido para São Luís e encaminhado ao Centro de Triagem, em Pedrinhas, onde permanecerá à disposição da justiça.

VIDA PREGRESSA – “Chocolate” é suspeito de praticar vários homicídios desde que fugiu, por um túnel, da Penitenciária de Pedrinhas.

O homicida fugitivo “Chocolate” é preso no Piauí e trazido de volta para Pedrinhas…

Chocolate fugiu da unidade prisional no dia 15 de maio. No dia 17, ele teria assassinado uma pessoa na Avenida Litorânea. Chocolate perseguiu a vítima e a executou nas proximidades dos bares.

Além deste, Chocolate também é suspeito de ter assassinado duas pessoas nos últimos dias: uma atrás do Távola Center, na Areinha, e outra no Bom Milagre.

Reinaldo Chocolate é morador do Bairro de Fátima, e teria fugido para o Estado do Piauí após os dois últimos crimes, onde quase foi preso em cerco policial. Recambiado para a capital maranhense, ficará preso e indiciado pelos crimes que praticou.

 

Curtir ·  · Compartilhar

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Este post tem um comentário

  1. Potó

    Prenderam e vai para Pedrinhas, vai tornar fugir de lá. Vai dar um chocolate na turma.

Deixe uma resposta