Flávio Dino e Carlos Brandão vão a velório e prestam homenagem a Humberto de Maracanã
Flávio Dino vai à comunidade do Maracanã dar adeus a Humberto.

Flávio Dino e Carlos Brandão vão a velório e prestam homenagem a Humberto de Maracanã

O governador Flávio Dino e o vice Carlos Brandão prestaram homenagem na manhã desta terça-feira (20) ao mestre de bumba-meu-boi Humberto de Maracanã, que faleceu na tarde de segunda-feira (19). Os dois estiveram no velório e cumprimentaram a família, os amigos e os admiradores de um dos maiores ícones da cultura popular maranhense.

“Viemos trazer a nossa solidariedade à família e a todos aqueles que fazem o Boi de Maracanã”, disse Flávio Dino às dezenas de admiradores e familiares do cantador e compositor de bumba-meu-boi, que estavam presente na quadra do Boi de Maracanã, na zona rural de São Luís.

Ao lado dos secretários Francisco Gonçalves (Direitos Humanos) e Ester Marques (Cultura), o governador conversou com a família de Humberto de Maracanã e homenageou o legado deixado por ele, como símbolo da música popular maranhense.

O governador ainda conversou com os integrantes do Boi de Maracanã e outros líderes e informou que a valorização da cultura popular é uma diretriz do Governo do Maranhão. “Vamos cuidar para que o talento de Humberto de Maracanã permaneça como um marco para a preservação das nossas raízes, garantindo que novos mestres floresçam e dêem continuidade à propagação da cultura maranhense”, disse.

Humberto também foi homenageado durante as atividades oficias do Governo do Estado. Pela manhã, na solenidade oficial de assinatura

Flávio Dino vai à comunidade do Maracanã dar adeus a Humberto.

de decretos pela melhoria da Educação, foi feito um minuto de silêncio em memória desse ícone da cultura popular do Estado. Humberto Barbosa Mendes era mestre de boi, tinha 22 filhos, mais de 20 netos e três bisnetos. Ele era casado com Maria José Soares.

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Deixe uma resposta