Fim das paralisações, mas problemas permanecem…

Fim das paralisações, mas problemas permanecem…

Problema da segurança envolve educação, vontade política, mobilizações sociais, além de outros fatores.

 

Após reunião entre o sindicato dos rodoviários e comando da Policia Militar, a categoria decidiu voltar a circular normalmente na noite desta terça-feira (01/04). O presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Maranhão (Sttrema) fez o anúncio.

Hoje eles se reuniram novamente com a PM, no Comando Geral, e desta vez garantiram que os coletivos serão mantidos. Para os 17 corredores da capital, somente nove eram cobertos pela Polícia Militar. “Foram apresentadas as oito viaturas que vão completar o ‘Corredor Seguro’, então decidimos voltar ao trabalho normal. Depois das 18h continuaremos trabalhando no horário normal”, disse Coimbra.

Nos cinco dias sem ônibus das 18h às 04h, usuários tiveram de recorrer a transportes alternativos para garantir a volta para casa. O Comércio também teve sua rotina modificada devido à decisão do sindicato.

A PM garantiu aos trabalhadores do transporte público medidas de segurança, como a disponibilidade de mais viaturas e a presença dos policiais da Ronda Ostensiva Tático Móvel (Rotam) que atuarão fortemente no combate a assaltos a ônibus, sequestros relâmpagos e “saidinhas bancárias”, dando segurança também aos usuários dos Terminais de Integração (Praia Grande, Cohama, Cohab e São Cristovão).

 

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Deixe uma resposta