Facebook deixou site fora do ar para sanar maior pane ‘em mais de 4 anos’

Facebook deixou site fora do ar para sanar maior pane ‘em mais de 4 anos’

Site teve que ‘ser desligado’ e saiu do ar por duas horas e meia no mundo. Empresa pediu desculpas; norte-americanos chegaram a ligar para polícia.

(G1) Após ficar fora do ar durante a tarde desta sexta-feira (1º), o Facebook classificou o incidente que deixou a rede social fora do ar por duas horas e meia como a “pior interrupção” em mais de quatro anos. Para corrigir um erro, empresa teve de ‘desligar’ a rede social.

“Essa é a pior interrupção que nós tivemos em mais de quatro anos, e nós queríamos nos desculpar por isso antes de tudo”, afirmou Robert Johnson, porta-voz do Facebook.

O Facebook já havia pedido desculpas pela instabilidade que impediu usuários de acessar não somente a rede social mas também de entrar no aplicativo de fotos Instagram, que pertence à empresa. Recursos do Facebook, como os botões “curtir” e “recomendar”, presentes em sites de notícia também não funcionavam. A empresa também forneceu os detalhes técnicos que causaram a instabilidade.

O problema
A pane foi causada por um erro na configuração do sistema automático que verifica valores de cache, que acabou causando um efeito dominó. Tudo começou quando a rede social mudou nesta sexta uma alteração nos padrões técnicos adotados pela plataforma.

Quando os usuários tentavam se conectar a uma ferramenta do Facebook, eram gerados valores inválidos como resposta. Como cada tentativa de acesso gerava uma tentativa de correção, a base de dados foi inundado com consultas que, segundo o Facebook, chegaram a centenas de milhares por segundo.

Mesmo quando o sistema conseguia consertar o problema inicial, tinha que lidar com as consultas pendentes. Além disso, toda vez que a base de dados tentava resolver uma falha de acesso e falhava, isso gerava mais consultas.

“O jeito de parar o ciclo de feedback foi muito doloroso –nós tivemos que interromper todo o tráfego a essa base de dados, o que significou desligar o site. Uma vez que as bases de dados estavam recuperadas e a causa do problema foi consertada, nós permitimos aos poucos que mais pessoas voltassem ao site”, informou Johnson.

‘Alô? É da polícia?’
Durante o tempo em que o Facebook não pôde ser acessado, alguns norte-americanos decidiram ligar para a polícia e pedir para que tomasse uma providência a respeito da pane.

A reação inusitada ao pânico causado pela maior rede social do mundo fora do ar foi narrada no Twitter pelo sargento Burton Brink, do Departamento de Polícia de Los Angeles (EUA). O Facebook é acessado por 1,32 bilhão de pessoas no mundo todo.

“O #Facebook não é um problema da lei, por favor não nos ligue sobre ele estar fora do ar, nós não sabemos quando o FB estará de volta!”, escreveu o policial às 9h37 do horário local (13h37 de Brasília).

Usuários afirmaram conseguir entrar no site, mesmo com ele saindo ar, usando o endereço beta.facebook.com. Eles relataram o fato em outras redes sociais.

José Machado

José da Silva Machado. Natural de Duque Bacelar - Maranhão, onde nasceu em 14 de junho de l957. Graduado em Comunicação Social, pela Universidade Federal do Maranhão, especialização Jornalismo. Foi repórter, editor e secretário de Redação nos jornais Pequeno, O Imparcial e Diário do Norte, em São Luís. Também foi diretor de Telejornalismo na TV Difusora (Rede Globo), no período 1985/198). Exerceu o cargo de Secretário de Estado de Imprensa e Divulgação do Governo do Estado (2006-2007). É poeta e escritor, tem lançado o livro "As Quatro Estações do Homem" e conclui o livro; "Os vinte contos de réis". Pai de 5 filhos e 1 neto.

Deixe uma resposta